CUIABÁ-MT: PRESOS POLÍTICOS do 8 de janeiro tiveram PRISÕES INJUSTAS

A situação dos presos políticos do dia 8 de janeiro é um reflexo de uma profunda democracia relativa

As manifestações que ocorreram nessa data resultaram na prisão de centenas de pessoas inocentes, muitas das quais ainda se encontram detidas. Esta análise visa analisar a situação atual desses presos políticos, e os desdobramentos legais no cenário atual que vivemos.

Vandinho Patriota relata que na capital do Mato Grosso, já foram 3 pessoas condenadas de forma injusta sem provas e sem processo legal.

Recentemente, a Polícia Federal cumpriu mandados de prisão para os réus abaixo:⬇️

-Juvenal Alves Correa de Albuquerque condenado a 17 anos
-Elisangela De Oliveira condenada a 13 anos e meio.
-Simone Tosatto condenada a 15 anos

No momento em que a Polícia Federal cumpria os mandatos, eles ficaram desconfortáveis ao levá-los, pelo fato de saber que está acontecendo uma perseguição política no Brasil.

Conclusão

A situação dos presos políticos do dia 8 de janeiro é um reflexo de uma profunda democracia relativa, divisões e desafios que a democracia brasileira enfrenta.

A resolução desses casos exigirá um compromisso com os princípios democráticos e os direitos humanos, visto que existe centenas pessoas sendo condenados sem processo legal.

O futuro da democracia no Brasil depende de como essas questões serão tratadas nos próximos meses e anos.

Vandinho Patriota ressalta que não existe democracia sem liberdade. Visto que existe centenas de pessoas sendo condenadas sem provas!

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta