Equipamentos de ponta e estúdio transparente: Rádio Assembleia reinaugura com o que há de mais moderno

De um anexo à Secom a uma estrutura de três estúdios, sala de produção e operação, além da unidade de redação e administração da emissora.

Criada há oito anos com dois compromissos primordiais: dar transparência aos trabalhos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e espaço para a cultura e artistas locais, a Rádio Assembleia (89,5 FM) foi reinaugurada na manhã desta quinta-feira (31). A cerimônia contou com a presença de deputados, secretários e servidores do Parlamento. Todos puderam conhecer a nova estrutura física e os profissionais da emissora, além de ver de perto os equipamentos usados para levar, todos os dias, música, entretenimento e jornalismo político aos lares dos mato-grossenses.

A modernização da emissora levou oito meses, da concepção do projeto à conclusão das obras. O projeto engloba três estúdios, uma nova sala de produção e operação, além das adequações no espaço da redação e administrativo.

“As mudanças implantadas fazem jus a história da Rádio Assembleia, que desde a sua inauguração, em junho 2015, expandiu seu alcance, sua grade de programação e se consolidou como canal de comunicação pública”, destacou a superintendente da rádio, Tatiana Medeiros. Ela explicou que a reforma do espaço era uma necessidade para acompanhar essa evolução. “Hoje, o espaço físico que temos aqui não deve a nenhuma outra emissora de Mato Grosso. Além de um estúdio adequado, que traz uma estrutura mais moderna e equipada com tecnologia de ponta, a Rádio Assembleia conta com excelentes profissionais técnicos, jornalistas e radialistas”, afirmou.

Além da reconfiguração dos ambientes, a emissora agora tem uma parede de vidro no estúdio principal, onde são feitos os programas em tempo real. “O estúdio transparente é uma das principais novidades que conseguimos concretizar nesse projeto e que fortalece o compromisso de transparência nos atos e na comunicação do Parlamento com a sociedade”, destacou. Outra mudança relevante é a adaptação do estúdio principal para captação de imagem e transmissão via web. “Eles [os estúdios] agora estão equipados com tecnologia de ponta, inclusive com recurso de imagem com câmeras de 360º para responder as demandas atuais por mais interatividade”, disse.

O presidente da Casa de Leis, deputado Eduardo Botelho (DEM), foi um dos responsáveis por romper a fita que simbolizava a reinauguração da unidade. “O rádio é o veículo de comunicação de maior alcance, mais acessível. Investir na rádio é cumprir o compromisso de dar mais visibilidade e transparência para o trabalho do Parlamento”, defendeu. “Ela [Rádio AL] fortalece a Assembleia e aproxima a população dos seus representantes”, complementou. Ele convidou todos a ouvirem a emissora para acompanhar os trabalhos do Legislativo e também os programas musicais que são referências na divulgação e promoção dos artistas regionais.

A secretária de comunicação, Rosimeire Felfili, a frente da pasta desde 2017,  falou dos desafios de estruturação da rádio – que saiu um pequeno anexo à Secom, para uma estrutura de três estúdios, sala de produção e operação, além da unidade de redação e administração da emissora. “O grande diferencial para se chegar a um resultado tão satisfatório como este é o trabalho em equipe”, defendeu. “Desde o planejamento até a concretização das obras, os trabalhos envolveram muitos setores e profissionais da Casa que não mediram esforços para chegar a essa estrutura de excelência”, resumiu Felfili.

O radialista Cleber Lima é uma das vozes da Rádio AL e comemora mais esse avanço na comunicação radiofônica do Parlamento. “Sou parte dessa evolução”, afirmou. “Foi um projeto desafiador, de transformar um programa interno em uma emissora de rádio com frequência modulada”, lembrou com orgulho. O comunicador destacou que as adequações garantem mais qualidade de som e de transmissão, além de ampliar o potencial de produção de novos conteúdos.

O deputado Júlio Campos (União) participou da cerimônia e falou com orgulho da sua contribuição, enquanto deputado federal à época, para viabilização da emissora e também da parceria que fez com que a emissora fosse a primeira rádio legislativa a integrar a Rede Legislativa de Rádio, encabeçada pela Rádio Câmara de Brasília.

Além dele, também estiveram presentes a deputada Sheila Klener (PSDB) e os deputados Wilson Santos (PSD), Beto dois a um (PSB), Paulo Araújo (PP) e Dr. João (MDB).

Homenagens póstumas

Dois importantes comunicadores do Parlamento que faleceram recentemente, o repórter fotográfico Mauricio Barbante e o radialista Edson Pires, foram homenageados com seus nomes dados à sala de imprensa do Salão Negro e ao estúdio da rádio no plenário Renê Barbour.

Os familiares dos homenageados participaram da solenidade e falaram da satisfação em ver o trabalho e o legado de ambos reconhecidos no lugar onde dedicaram boa parte de suas vidas profissionais.

“Meu pai era um comunicador nato e exerceu uma profissão que gostava. Muito do seu trabalho ele realizou aqui”, afirmou Edson Pires Filho, filho do comunicador Edson Pires. “Tenho certeza que essa placa vai fazer as pessoas felizes ao lembrarem-se dele, porque se tem outra coisa que marcou a vida do meu pai era a alegria que ele tinha e levava por onde passava”, afirmou emocionado.

Rádio AL (89,5 FM)

Fundada em 23 de junho de 2015, a Rádio Assembleia foi a primeira a operar na Rede Legislativa de Rádio, uma parceria da Câmara Federal, em Brasília, com Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais.

Hoje, conta com 12 programas fixos, programas rotativos, além das transmissões ao vivo das sessões plenárias, audiências públicas e outros eventos do Parlamento. Ela pode ser ouvida na baixada cuiabana pela frequência 89,5 FM e pela internet no endereço: https://radio.al.mt.gov.br

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta