TSE marca reunião com big techs para discutir meios de desmonetizar páginas de ‘fake news’

No mês passado, Salomão impediu repasses de recursos das big techs para perfis alinhados ao conservadorismo — segundo o TSE, veículos de fake news.

O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Felipe Salomão, convocou uma reunião com representantes do YouTube, da Twitch.TV, do Twitter, do Instagram e do Facebook para o combate a “informações falsas”.

O encontro ocorrerá na quinta-feira 23. A ideia é discutir medidas sobre o bloqueio de dinheiro das big techs para canais que estariam divulgando fake news, a chamada “desmonetização” de páginas.

No mês passado, Salomão impediu repasses de recursos das big techs para perfis alinhados ao conservadorismo — segundo o TSE, veículos de fake news.

Entre os canais está o Te Atualizei, da influenciadora digital Bárbara Destefani, e páginas de apoio ao presidente Jair Bolsonaro e a figuras do governo.

A ordem ocorreu no âmbito do inquérito que trata de suposta organização criminosa que objetiva “desestabilizar instituições” democráticas, como o TSE.

*As informações são da Revista Oeste.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta