Prefeito inaugura nova maternidade e Várzea Grande avança na vacinação

Maternidade abre espaço no Pronto Socorro para mais leitos contra a Covid-19. Faixa etária de vacinação para pessoas com comorbidades vai de 30 a 59 anos

Várzea Grande avança ainda mais na área de saúde pública e entrega uma Maternidade que compõem a Rede Cegonha Municipal e abaixa ainda mais a faixa etária para vacinação contra a COVID-19 para 30 anos a 59 anos e continua aplicando vacinas para gestantes e puérperas com ou sem comorbidades. A exceção é para gestantes vacinadas com a vacina AstraZeneca, suspensa pelo Ministério da Saúde.

“Hoje é um dia de festa para Várzea Grande, para sua população e porque não dizer: para pessoas de outras cidades e até mesmo de outros Estados, que vêm em busca de atendimento médico via SUS, gratuito e de qualidade e, o melhor de tudo, para gerar vida”, disse o prefeito Kalil Baracat ao entregar as instalações da nova Maternidade anexa ao Hospital São Lucas.

A nova sede da Maternidade foi possível concretizar, graças às parcerias com o Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso junto a Prefeitura de Várzea Grande.

Com 30 leitos distribuídos em 5 enfermarias, dois centros cirúrgicos, 2 salas de parto humanizado, 1 sala de parto/isolamento, a nova unidade segue as diretrizes da Política Nacional de Humanização preconizada pelo Ministério da Saúde – embasada na Portaria nº 11/2015 – que garante o atendimento às usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção especial durante a gravidez, parto e puerpério.

A iniciativa que propõe esse modelo de atenção às gestantes foi efetivada com a abertura da nova Maternidade Drº Francisco Lustosa de Figueiredo.

Kalil Baracat ainda anunciou que a saúde pública vai avançar mais nos próximos anos durante sua gestão com os compromissos que serão cumpridos, como as obras de uma nova UPA – Unidade de Pronto Atendimento na região do Grande Glória e um novo Hospital Pronto Socorro Municipal.

Acompanhado pelo primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, e pelo deputado Paulo Araújo, além do secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, o novo complexo hospitalar foi entregue em funcionamento e já realizou partos. “Aqui já temos novos várzea-grandenses nascidos com qualidade no atendimento e com respeito e humanização”, explicou Kalil Baracat.

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, lembrou os esforços do Legislativo Estadual no sentido de ajudar a todos os municípios a superarem esse período ruim que estão passando em função da pandemia, e que o aporte do Governo do Estado também tem sido essencial para a efetivação de projetos, principalmente, no setor de saúde pública. “O município tem priorizado a Saúde e tem colocado em prática as ações e serviços que a população precisa e merece como a Rede Cegonha, que garante às mães, além de uma gestação tranquila, um parto seguro e humanizado, e sem que haja a mínima preocupação de contaminação”, destacou Botelho ao defender que o atual Hospital Pronto Socorro Municipal fique apenas para casos de COVID, entre outros.

O Deputado Paulo Araújo disse que Várzea Grande vive um momento ímpar porque possui uma administração que não tem medido esforços para atender a população em todos os setores e prova disso são os investimentos que têm sido feitos para que o município retome o desenvolvimento.

Quanto à abertura da nova maternidade, que integra o programa Rede Cegonha, o deputado acrescentou que o mais importante na vida humana é o nascimento. “Este lugar traz o resgate para as mães que têm por direito trazer ao mundo os seus filhos na cidade onde ela reside”, disse o parlamentar, elogiando a administração municipal.

O secretário de Saúde, Gonçalo de Barros, disse que uma das prioridades da Gestão Kalil Baracat é justamente ter um hospital maternidade próprio, o que faltava na nossa cidade.

“Fizemos todo o planejamento, em caráter emergencial, em consequência do avanço da pandemia, e queríamos um lugar próprio para as gestantes e seus bebês. A Saúde Pública de Várzea Grande instituiu serviços de atenção integral à gestante, que vão desde o diagnóstico da gravidez, acompanhamento do período gestacional, direito a exames, tratamento odontológico, parto, pós-parto, até a atenção à criança, na Rede Básica. E na nova maternidade serão garantidos os serviços vinculados ao parto”, disse Gonçalo.

De acordo ainda com o secretário, a nova unidade vai proporcionar “qualidade de vida às futuras mães e seus bebês ofertando proteção, orientações, acompanhamento, assistência médica, até o nascimento do bebê, onde a mãe, já sabe onde vai nascer e na garantia de cuidados dentro da Rede SUS, no período do nascimento e no decorrer do crescimento da criança”, garantiu o secretário. O secretário lembra que quando concretizada a grande obra da Saúde na Gestão Kalil, que é a construção de um novo Pronto Socorro, já anunciado pelo prefeito, o local onde funciona hoje o atual Pronto Socorro será transformado em Hospital exclusivo Materno Infantil, outro projeto em planejamento na extensão da oferta de serviços da Rede SUS municipal.

Segundo o Diretor do Hospital e Pronto Socorro, Ney Provenzano, a Nova Maternidade será uma extensão do Hospital e Pronto Socorro, porém em um local mais adequado, com mais leitos e capacidade para realizar  partos normais e cesáreas. Por mês, poderão ser realizados cerca de 300 partos.

“Toda a equipe médica especializada, enfermeiros, técnicos foram deslocados para a nova unidade. Além dos 30 leitos de alojamento em conjunto, dispomos de 5 leitos de Pré Parto, Parto e Puerpério (PPP), único no Estado, sendo cada um individual com banheiro exclusivo, com espaço e equipamentos necessários, por exemplo, a bancada e berço aquecido, camas automáticas, fototerapia, balanças, banquetas, bolas, balanço pélvico para parto tipo cavalinho, balde coletor e carro de emergência. Nosso Centro de Parto Normal (CPN) também é o único no Estado que disponibiliza 24 horas  médico pediatra, além de equipe especializada com enfermeiros obstétricos, técnicos de enfermagem, médicos ginecologistas e neonatologista, além de todos os equipamentos necessários e centro cirúrgico”, explicou o diretor.

Enquanto ocorria a entrega da unidade, a mamãe Karen Regina da Silva já estava dando à luz a pequena Maria Eduarda, no Centro Cirúrgico. A avó de Maria Eduarda, Luciana  Regina Evangelista, não escondia a felicidade de receber a neta. “Graças a Deus elas estão bem, nasceu em um hospital maravilhoso, exclusivo para gestantes, longe de contaminação da Covid-19, o que me acalmou mais. Graças a Deus, temos um prefeito que se preocupa com as futuras mamães, dando um acolhimento excelente”, acentuou  ela, acrescentando que “sinto que Várzea Grande nos últimos anos demonstrou seu compromisso com sua gente com obras e ações voltadas para atender a população e a Várzea Grande”.

Presente ao evento, o presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande, Fábio Tardin, assegurou que tem satisfação em apoiar uma gestão comprometida como a de Kalil Baracat em uma área fundamental como a saúde pública e que o gestor se realiza por ações e não por bonitas palavras.

“Quando se tem uma administração de resultados, isto se transforma em alegria, desenvolvimento, crescimento, felicidade e estamos vivendo um momento de tensão por causa da Pandemia da COVID-19, mas ao mesmo tempo de esperança, porque estamos trabalhando e fazendo o melhor pela cidade e por sua gente, então fico feliz com os resultados da gestão Kalil Baracat, que é nova, mas adota medidas maduras e eficientes”, frisou.

COVID -19 – Gonçalo de Barros aproveitou para declarar que são incessantes os esforços para melhorar, potencializar ainda mais a Saúde Pública de Várzea Grande, anunciando que reduziu para 30 a 59 anos, a faixa etária das pessoas que têm comorbidades e que serão vacinadas nos próximos dias contra a COVID-19.

“Só estamos conseguindo avançar cada vez mais, porque temos compromisso e atitude, adotados sob o comando do prefeito Kalil Baracat e podemos ver com clareza que as políticas adotadas até o momento tiveram um planejamento que está sendo executado por determinação, empenho e depois por parcerias com o Governo do Estado, Assembleia Legislativa e a iniciativa privada, como o Centro Universitário UNIVAG, e outros setores da economia local que têm sido companheiros da cidade, de sua população e da gestão Kalil Baracat.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta