Em vídeo ‘fake’, idoso se passa por padrasto de Abílio e se diz vítima de agressões

A Coligação “Cuiabá para Pessoas” ingressou com nova representação contra a coligação do prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB), por disseminação de fake news.

*Por Betell Fontes

O candidato à Prefeitura de Cuiabá, Abilio Júnior (Podemos) publicou um vídeo em suas redes sociais na noite desta quinta (27), ao lado de sua mãe e com depoimento de João Batista, seu verdadeiro padrasto para desmentir um vídeo em que seu padrasto era vítima de agressões.

A Coligação “Cuiabá para Pessoas” ingressou com nova representação contra a coligação do prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB), por disseminação de fake news. De acordo com a coligação de Abilio Júnior, o grupo espalhou nas redes sociais um vídeo com um idoso se passando pelo padrasto de Abílio Jr e afirmando ser vítima de agressões.

“Esse vídeo, isso aí é uma vergonha. Eu quero pedir pra você eleitor, está aqui meu enteado, não tenho nada contra ele, admiro ele, uma pessoa honesta, uma pessoa trabalhadora e é isso que Cuiabá precisa de um prefeito que tem caráter, que tem dignidade e honestidade”, afirmou João, padrasto de Abílio.

O vídeo com o idoso foi disseminado por apoiadores do candidato a reeleição Emanuel Pinheiro no Facebook e Whatsapp. A defesa de Abílio e Wellaton, patrocinada pelos advogados Alexandre César Lucas, Amir Amiden, Gustavo Antonelli e Flávio Azevedo, já ingressou com representação na Justiça Eleitoral.

“Fake news não tem limite. A turma do paletó está desesperada, porque vão perder o mandato da prefeitura. A gente vai procurar as providências, vamos acionar a polícia e não vamos aceitar esse tipo de fake news e esse tipo de ação. Gente, não caia fake news, eles estão armando de tudo”, alertou Abílio, que nessa quinta chegou a fazer uma live e denunciou a avalanche de mentiras promovida pela campanha do grupo de Emanuel.

Só nas eleições deste ano, a coligação de Emanuel Pinheiro já é alvo de quase 70 ações por disseminação de Fake News. “O candidato Abílio Jr está sendo vítima da mais suja, rasteira, covarde e abjeta campanha caluniosa, difamatória e injuriosa de disseminação de Fake News já vista. Não se tem notícias de nada tão grave e sujo como o que vem ocorrendo no segundo turno em Cuiabá”, afirmou o advogado Alexandre Cesar Lucas da Coligação “Cuiabá para Pessoas”.

Além de estar envolvido em 46 ações de primeiro grau, referentes ao primeiro turno das eleições e outras 16, do segundo turno, por disseminação de Fake News, Emanuel Pinheiro também foi denunciado à Polícia Federal.

OUTRO LADO

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro, da coligação “A Mudança Merece Continuar”, desconhece a procedência de vídeo que circula por meio de aplicativos celulares apontando supostas agressões ao padrasto do candidato adversário no segundo turno.  Mediante a acusações imputadas ao prefeito de Cuiabá, a assessoria jurídica informa que irá acionar a Polícia Judiciária Civil para que identifique o autor do vídeo e que adote as providências cabíveis ao caso.

Oportuno lembrar que em todas as peças publicitárias de campanha criada pela Coligação é necessário que se conste o  número do CNPJ e que sejam veiculada em horário eleitoral gratuito de TV e rádio e nos perfis oficiais do candidato.

Fonte: Folha360 (Por Betell Fontes – folha360.com.br)

Assista ao vídeo de Abilio sobre  o seu padrasto

Assista ao vídeo fake news – Ator se passa por padrasto de Abílio

Deixe uma resposta