Parlamentares evangélicos combatem tese do ‘abuso de poder religioso’ no TSE

Parlamentares (deputados e senadores) da Frente Parlamentar Evangélica no Congresso se articulam para combater no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a inclusão da figura do “abuso de poder religioso” na lista de hipóteses que podem levar à cassação de mandatos.

O julgamento da proposta levantada pelo ministro Edson Fachin (também do Supremo Tribunal Federal [STF]) em junho, interrompido por um pedido de vista, deve resultar em uma das mais polêmicas decisões da corte no segundo semestre, independentemente do placar final.

O TSE julga o pedido de cassação, feito pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), de uma vereadora goiana por ter pedido votos em uma igreja da Assembleia de Deus.

Fonte: Gazeta Brasil

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta