Por que em vez do Felipe Neto, Barroso não debate com Caio Coppolla?

O que mais chama atenção, neste caso, é o fato de Barroso sair da sua esfera de atuação (jurídica) para discutir política

Polêmicas envolvendo ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) parecem estar longe de acabar, obviamente, porque elas são proporcionais à exposição que eles promovem de si mesmos, sempre que resolvem participar de eventos como “debates”, por exemplo, com Felipe Neto.

É o caso do ministro Luís Roberto Barroso, que participará de um debate para discutir política e juventude com Felipe Neto, o youtuber que atualmente é alvo de uma campanha na web chamada “Mães Contra Felipe Neto” por ser acusado de produzir conteúdos impróprio para menores, segundo o movimento.

O que mais chama atenção, neste caso, não é o fato de Barroso sair da sua esfera de atuação (jurídica) para discutir política, o que por si só é preocupante em se tratando de um ministro do STF, o qual deveria se resguardar sobre comentários dessa natureza.

Chama atenção ainda a escolha do “debatedor”, o Felipe Neto, que notadamente está longe de ser conhecido por suas ideias políticas. Ora, se “pitacos” e ataques a adversários podem ser considerados relevantes, não haveria problema algum debater, também, com a Valesca Popozuda, certo?

Por que não, Caio Coppolla?

Como explicado pelo Opinião Crítica em outra publicação, a verdade é que eventos como o de Barroso e Felipe Neto não passam de fachada midiática para a promoção de uma agenda político-ideológica ligada à esquerda, pois, do contrário, se é para falar de política e juventude, por que não chamaram o Caio Coppolla?

Ora, nada mais coerente para um debate sobre política e juventude do que convidar o jovem comentarista político da CNN Brasil que é estrela do quadro “O Grande Debate” da emissora, certo?

O fato é que Coppolla, absurdamente diferente de Felipe Neto, é um jovem realmente preparado para tratar do assunto, intelectualmente falando, e possui visões notadamente divergentes em relação a Barroso no tocante às questões sociais, o que faria jus ao objetivo de um verdadeiro debate.

Além de formado em Direito, mesma área do Barroso, Coppolla é um jovem que ganhou destaque nacional justamente por suas opiniões… políticas! Assim, seria muito sensato para o ministro do STF se prestar a debater ‘juventude e política’ com o Caio.

Mas, como aparentemente a ideia não é promover um verdadeiro debate, e Coppolla não é alguém da “patota” político-ideológica que promove eventos midiáticos dessa natureza, jamais o comentarista da CNN Brasil faria parte de lives como essa.

Por fim, diga-se de passagem, também não seria bom para Barroso debater com o Coppolla, pois tomando pelo histórico do “Grande Debate” da CNN Brasil, o ministro do STF poderia ser o quarto jurista a ser vencido e, talvez até envergonhado, pelo jovem e humilde bacharel em Direito. Melhor ficar com o Felipe Neto mesmo… (risos).

Fonte: Opinião Critica (Por Will Filho – opiniaocritica.com.br)

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta