Prefeito anuncia implantação de barreira sanitária na segunda

APÓS POLÊMICA DO RODÍZIO

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) reavaliou as últimas mudanças no decreto nº 7.975 e revogou o rodízio de veículos e atendimento por CPF em Cuiabá. Contudo, para frear o avanço do coronavírus, ele vai apresentar na próxima segunda-feira (6) a instalação de barreiras sanitárias na Capital.

De acordo com vídeo publicado em seu perfil no Instagram, o gestor admite que as medidas de rodízio por número de placas e CPF foram “duras e amargas”. Por conta da polêmica, ele reconsiderou e revogou o decreto.

Como solução, Emanuel apresentou a barreira sanitária. “Mais uma medida eficiente para combater a propagação da covid -19 na Capital. Mas quero dizer a vocês que estou atento a toda a celeuma que aconteceu com os decretos, como o que anunciei ontem, duras e amargas no combate a covid-19”, avaliou.

A medida cumpre com a decisão judicial imposta pelo juiz José Luiz Leite Lindote, da Vara da Fazenda Pública de Várzea Grande, em atendimento ao requerimento do Ministério Público do Estado (MPE).

Ainda não foi apresentado o funcionamento da barreira sanitária. Com intuito de prevenir riscos de contaminação, as barreiras sanitárias contam com medição de temperatura, higienização de veículos e proibição de passagem.

Para não repetir as críticas do caso dos rodízios, ele assegurou contar com a população.

“Como temos destacado e feito, desde o início da pandemia da Covid-19, sempre que preciso estamos prontos para fazer os ajustes necessários. Vamos continuar trabalhando para adotar as medidas que forem consideradas fundamentais para a preservação da saúde pública. Na segunda, apresentaremos o projeto das barreiras sanitárias e continuamos sempre contando com a colaboração da população nessa dura guerra”

Fonte: GD

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta