ALMT lança programa de TV para garantir renda emergencial a artistas de MT

ALMT lança o programa de TV para garantir renda emergencial a artistas e conteúdo cultural para a sociedade

Que a arte é fundamental para a vida, todos já sabiam. Mas a pandemia do novo coronavírus trouxe à tona um paradoxo: a arte se consolidou como uma das chaves para a sanidade mental em tempos de isolamento social, ao mesmo tempo em que os trabalhadores da arte perderam a fonte de renda – já que as atividades deles foram as primeiras suspensas, dada a capacidade de aglomeração.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por meio de seu equipamento cultural, o Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, buscou uma forma efetiva de acolher os artistas mato-grossense e, ao mesmo tempo, oferecer entretenimento para a população, sem o tradicional contato palco-plateia: um programa de TV.

A partir deste sábado, 13 de junho, vai ao ar, pelos canais da TVAL, o programa “Arte e Cultura Mato Grosso”. Inicialmente, são oito programas inéditos, exibidos sempre aos sábados, às 15h, com reprises às 15h e 20h de domingo.

O programa é gravado no palco do Teatro Zulmira e conta com um apresentador e artistas de diversos segmentos, como música, artes plásticas, expressão corporal etc.

A curadoria está sendo feita pela diretora do teatro, Daniella Paula Oliveira, e o critério é contemplar trabalhadores cuja fonte de renda é a arte. “Nosso objetivo é atender artistas em vulnerabilidade e difundir nossa arte, nossa cultura e nossa história”, sintetizou Dani Paula. “A gente está atendendo aqueles músicos que tocam em bares e não estão podendo ir neste momento, artistas plásticos que tiveram suas mostras canceladas e tantos outros casos”, exemplifica.

Cada artista participante do projeto receberá um cachê, como forma de socorro neste momento de crise financeira.

O “Arte e Cultura Mato Grosso” é uma parceria entre a ALMT, por meio do Teatro Zulmira Canavarros e a TVAL, e a Associação de Compositores, Músicos e Produtores de Mato Grosso (ACMP).

O Teatro Zulmira é responsável pela cedência do espaço, pela estrutura física, técnica e humana, pela produção, edição e divulgação dos programas e pela curadoria; a TVAL, pela grade de exibição; e a ACMP, pela intermediação do pagamento do cachê dos artistas.

Henrique Santian, um dos convidados do programa de estreia, ficou encantado com a iniciativa. “Super importante este projeto. Essa situação [pandemia] está complicada para todo mundo, mas nós, artistas em geral, fomos atingidos de uma forma bem complexa… E este projeto está sendo fundamental para fomentar os artistas locais, é a valorização da cultura local, muito importante para fortalecer a cena [cultural]”, narrou.

Cuidados com a saúde

O Teatro Zulmira, de portas fechadas desde março, abriu o palco para o projeto, mas tomando uma série de medidas de segurança sanitária: além do distanciamento social, uso de máscaras e disponibilização de álcool em gel, o programa está sendo gravado com apenas o apresentador e o artista convidado no palco (exceções para bandas e duplas).

A espera é feita na própria plateia, lugar amplo e com afastamento entre os envolvidos, e o uso de camarins foi suspenso. “A gente está ocupando o palco do Zulmira Canavarros de forma saudável em todos os sentidos: tanto para ajudar financeiramente os artistas, quanto no sentido de proteção e cuidados”, destacou a diretora Daniella Paula.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta