EUA vão ajudar Brasil na luta contra a covid-19, diz embaixador

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Record, o embaixador Todd Chapman disse que EUA mantêm apoio para entrada do Brasil na OCDE

Todd Chapman, embaixador dos EUA, apoia entrada do Brasil na OCDETodd Chapman, embaixador dos EUA, apoia entrada do Brasil na OCDE – Divulgação/US Embassy

O embaixador norte-americano em Brasília, Todd Chapman, disse em entrevista exclusiva ao Jornal da Record, da Record TV, que os Estados Unidos vão ajudar o Brasil a superar a crise do coronavírus e mantêm o apoio à entrada dos brasileiros na OCDE, grupo que reúne as economias mais fortes do mundo.

Além de um fundo de US$ 1 milhão já anunciado para a população vulnerável da Amazônia, o apoio norte-americano agora envolve empresas americanas que atuam no país.

“Nossas empresas americanas vão continuar apoiando muito generosamente a sociedade brasileira com doações diretas, com transformação na sua base industrial para produzir o que precisa hoje, aqui no Brasil e continuando dando emprego para milhares e milhares de brasileiros.”

Nascido no Texas, Todd Chapman chegou aos 11 anos em São Paulo, onde viveu e estudou por uma década. Agora de volta ao Brasil como embaixador americano, rebate as críticas de que a política externa entre os dois países seja mais vantajosa aos Estados Unidos.

“Mais das 55% das exportações do Brasil que vão para os EUA estão com valor agregado”, disse Chapman. “A China tem 96% de matéria prima. Mas o que você quer na sua relação é alguma coisa mais madura, mais desenvolvida e é isso que o Brasil tem com os Estados Unidos. Nós vamos continuar avançando essa relação.”

O diplomata minimiza a previsão de que o Brasil sofrerá um grande impacto na economia com o coronavírus e garante que os Estados Unidos manterão o apoio para que o país ingresse na Organização para Cooperação de Desenvolvimento Econômico, a OCDE.

“Isso significa que o Brasil quer realmente chegar a esse nível econômico  com os outros maiores e mais desenvolvidos economias do mundo”, destaca o embaixador. “Isso reflete realmente o desejo de Brasil de avançar. Nós apoiamos e vamos continuar apoiando o Brasil de ser membro dessa organização tão importante.”

Fonte: R7 (Por Luiz Fara Monteiro, da Record TV)

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta