“Reabrir shopping não é só na base do achismo”, afirma prefeito

Emanuel Pinheiro vai reunir comitê para analisar pedidos de lojistas da Capital

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) vai se reunir, ainda nesta semana, com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus do Município para debater sobre a situação dos shoppings centers da Capital.

A informação foi repassada nesta quarta-feira (13) aos representantes do setor, em reunião realizada por videoconferência.

Segundo o prefeito, no encontro serão analisadas quais medidas compensatórias podem ser adotadas, em caso de retorno do funcionamento do segmento.

O prefeito destacou ainda que o Município tem tomado todos os cuidados necessários para que, assim como feito com os outros setores, a retomada aconteça de forma totalmente segura.

“Essa abertura tem que ser feita com base em dados. Não pode simplesmente partir do achismo. Precisamos ter uma segurança com base em boletins, estudos e indicadores. É seguindo esse processo que estamos colocando Cuiabá em uma situação um pouco mais controlada em relação ao restante do país”, explicou.

Pinheiro lembrou que no Brasil há mais de 500 shoppings centers, sendo que, desse total, apenas 10% se encontram em funcionamento.

Com base nisso, ele destacou que a Prefeitura de Cuiabá tem tratado a pauta de maneira extremamente zelosa e sensível, porém sempre levando em consideração o momento delicado ocasionado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Como gestor de uma cidade pujante, é duro ver quatro grandes shoppings, além do Shopping Popular, de portas fechadas. É deprimente, mas é uma necessidade. Entretanto, o que me preocupa é a sequência dos atos. Primeiro, a cobrança era para a abertura do comércio. Agora, os shoppings; depois, serão os bares e restaurantes. E, quando formos acordar, estaremos com tudo aberto em um período anormal”, disse Pinheiro.

Desde o dia 27 de abril, as atividades econômicas vêm retomando o funcionamento, com datas e horários alternativos.

O retorno gradual é feito com base em um plano estratégico e regulamentado pelo Decreto nº 7.886.

O plano foi concebido visando a tornar o desenvolvimento dos trabalhos, durante a pandemia, compatível com as medidas de prevenção ao contágio.

Participaram da reunião representantes da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomercio-MT), da Associação Comercial de Cuiabá, da Associação de Lojistas do Brasil e do Shopping Popular de Cuiabá.

Fonte: DC

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta