Damares: ministério já recebeu mais de 7 mil denúncias de violação de direitos na quarentena

‘Pode ser governador, prefeito, líder religioso, chefe de segurança, doutor… A lei vai ser aplicada a todos’, afirmou a ministra

Desde a decretação de quarentenas nos estados brasileiros, já foram feitas mais de 7 mil denúncias de violações de direitos, segundo a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Em entrevista exclusiva ao programa Os Pingos nos Is nesta terça-feira (28), Damares explicou que parte delas se refere a pessoas que foram vítimas de agressões por estarem circulando nas ruas.

A ministra usou como exemplo o caso de uma mulher que foi detida após reagir a uma abordagem por descumprimento do decreto municipal de quarentena em Araraquara, interior de São Paulo. A administradora de empresas Silvana Tavares Zavatti, de 44 anos, contrariou as determinações municipais. Ela estava em uma praça da cidade, quando foi imobilizada, algemada e levada para a delegacia.

Segundo Damares, cabe uma reparação de danos morais e físicos. “Esse caso foi emblemático e não pode se repetir no Brasil. Pode ser governador, prefeito, líder religioso, chefe de segurança, doutor… a lei vai ser aplicada a todos. Já encaminhamos as denúncias ao Ministério Público”, afirmou.

Fonte: Jovem Pan

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta