Bolsonaro sobre base de Alcântara: ‘Gostam de criticar os EUA, mas o que mais se vê é petista em Miami’

Bolsonaro fez live ao lado de Major Vitor Hugo, contrariando boatos de que estava cogitando trocá-lo por outra liderança

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou, em transmissão ao vivo pelo Facebook na noite desta quinta-feira (11), para retomar o assunto sobre o acordo entre o Brasil e os Estados Unidos para a exploração da base de lançamento de Alcântara, no Maranhão. Segundo ele, a base está inutilizada desde o início dos anos 2000, e não houve esforços para levar a questão adiante.

“Primeiro era problema dos quilombolas, depois do PT que não queria assinar o acordo com os Estados Unidos… Inclusive, o PT sempre critica os Estados Unidos, mas o que a gente mais vê é petista em Miami, ou com a família lá em Orlando na Disneylândia”, ironizou. Ele sinalizou que o projeto deve ser aprovado “assim que a Câmara e o Senado permitirem que tramite”. Dessa forma, a base de Alcântara, que até hoje era “um local que só dava prejuízo”, “passará a dar lucro ao país”.

Em declaração feita na quarta (10), o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, havia comparado o acordo a uma hospedagem em um hotel. “As leis que vão ser seguidas em Alcântara serão as leis brasileiras, serão as nossas normas, autorizadas por nós, pela nossa alfândega. É a mesma coisa no hotel. A gente pega a chave do quarto, mas o hotel não é nosso. Tem o proprietário do hotel, ele entra, limpa, a segurança é dele, a inspeção é dele, eu só uso o hotel”, disse.

O acordo permitirá aos Estados Unidos o lançamento de foguetes e de satélites da base, mas o território permanecerá sob jurisdição do governo brasileiro.

Norte-Sul e horário de verão

Outro assunto abordado por Bolsonaro foi a construção do trecho restante da ferrovia Norte Sul, que deve ligar Tocantins a São Paulo. No dia 28 de março, foi realizado um leilão para iniciar as construções, vencido pela empresa Rumo, do grupo Cosan. Conforme o presidente, a obra deve estar concluída no prazo de três anos.

Parceria com Major Vitor Hugo

Bolsonaro gravou a live ao lado do deputado Major Vitor Hugo (PSL), contrariando os boatos de que o Planalto estava cogitando trocá-lo por outra liderança. Vitor Hugo falou sobre a reforma da Previdência, sinalizando que deve ser aprovada em breve.

“Precisamos construir o caminho para que semana que vem a gente consiga aprovar o relatório na CCJ, e depois na comissão especial e no Plenário. A ideia é que no máximo no primeiro semestre consigamos aprovar, para que os reflexos fiscais se deem ainda esse ano.”

Fonte: Jovem Pan

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta