Juventus bate o Milan de virada e pode ser campeã pela oitava vez neste domingo

Marfinense naturalizado italiano, Moise Kean saiu do banco para garantir a vitória

A Juventus venceu neste sábado (6) o clássico contra o Milan por 2 a 1, em Turim, e espera só uma derrota do Napoli na rodada de domingo para vencer o título italiano pela oitava vez seguida. O feito histórico seria inédito em todas as edições do campeonato até aqui. No momento, a equipe tem 83 pontos e ostenta 21 de diferença em relação ao vice-líder.

O atacante marfinense naturalizado italiano Moise Kean foi o grande destaque da vitória do time da casa. Visto com uma das grandes revelações do futebol local, ele saiu do banco para marcar, no fim do jogo, o gol que garantiu a vitória da Juve. O jogador de 19 anos havia sido alvo de racismo na última rodada, contra o Cagliari.

O jogo, no entanto, havia começado com um gol do Milan, que fez um bom primeiro tempo, mas não tinha um de seus principais jogadores, o brasileiro Lucas Paquetá, machucado. O polonês Piatek abriu o placar após dividida entre Bakayoko e Bonucci.

A Juve, que também não tinha Cristiano Ronaldo, ainda em recuperação de lesão, voltou melhor, se impôs e empatou com Dybala, de pênalti. O gol da virada começou com Pjanic, que passou para Kean bater cruzado, no canto oposto ao do goleiro Reina.

O Milan, apesar de estar em baixa e ter acumulado o terceiro jogo sem vitória, se manteve na quarta colocação, a última que dá vaga na Liga dos Campeões na próxima temporada. No entanto, pode perder o posto se a Atalanta, quinta colocada, derrotar a Inter de Milão no domingo.

Fonte: Jovem Pan – Com Estadão Conteúdo

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta