Kim Jong-un e Kim Jong-il usavam passaporte brasileiro para viagens ao ocidente

De acordo com fontes anônimas, os documentos do líder norte-coreano e de seu pai tinham como objetivo conseguir vistos de outros países; entenda

Acidente na base nuclear ocorreu durante os trabalhos de escavação de uma nova galeria no local
Reprodução/Twitter

Acidente na base nuclear ocorreu durante os trabalhos de escavação de uma nova galeria no local

O líder norte coreano Kim Jong-un  e seu pai, Kim Jong-il, teriam utilizado passaportes brasileiros na década de 1990, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (22). De acordo com a agência de notícias Reuters , o objetivo da dupla era conseguir vistos de outros países ocidentais com o documento falso.

Expedidos pela Embaixada do Brasil em Praga, capital da República Tcheca, os passaportes foram assinados pelo conselheiro consular Antonio José Maria de Souza e Silva, que hoje é responsável pela embaixada de Myanmar, e contavam com o nome fictício de “Josef Pwag” para King Jon-un e de “Ijong Tchoi” para o seu pai, que faleceu em 2011. De acordo com os documentos falsos, os dois teriam nascido em São Paulo nos anos de 1983 e 1940.

“Eles usaram esses passaportes brasileiros […] para tentar obter vistos de embaixadas estrangeiras”, explicou uma fonte anônima à agência. O mesmo informamente supôs que a existência dos documentos revela “o desejo da família por viagens”, porém, também mostra uma possível tentativa de construção de uma rota de fuga.

Documentos legítimos

Outra fonte anônima, desta vez brasileira, disse que os dois passaportes eram legítimos porque quando foram enviados aos consulados, ainda continham espaços para preenchimento em branco. Eles podem ter sido usados para trajetos cujo destino era o Japão, Hong Kong e até mesmo o Brasil.

A Embaixada do Brasil da Coreia do Norte não quis comentar o caso denunciado pela imprensa, e o Itamaraty, por sua vez, declarou estar investigando a denúncia.

Em 2011, um jornal japonês reportou que o presidente da Coreia do Norte visitou a Disney de Tóquio, em 1991, com um passaporte brasileiro. O fato, porém, teria acontecido antes da emissão do documento em questão, divulgado no começo desta semana com fotos de Kim Jong-un, atual líder do país asiático.

Fonte: Último Segundo  – *Com informações da Agência Ansa

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta