Nova fase da Lava Jato mira esquema de extorsão na Receita Federal

Operação executa 14 mandados prisão e 39 de busca e apreensão

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro executa 14 mandados de prisão nesta quarta-feira (2). Membros da Polícia Federal (PF) e da Receita Federal (RF) mobilizaram 32 equipes para a chamada Operação Armadeira, que tem como objetivo investigar um esquema de extorsão dentro da própria RF.

De acordo a PF, a investigação começou depois que um colaborador da Operação foi instado a pagar suborno a fiscais da Receita, para não ser autuado.

A investigação aponta que os funcionários da Receita extorquiam empresários alvos da Lava Jato em troca de redução ou cancelamento de multas. Um dos 14 procurados é o auditor Marco Aurelio Canal, supervisor de Programação da Receita na Lava Jato do Rio.

Além dos mandados de prisão, a operação também executa outros 39 de busca e apreensão, todos expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

Confira os nomes dos procurados:

  • Daniel Monteiro Gentil;
  • Elizeu da Silva Marinho;
  • José Carlos Lavouras;
  • Marcial Pereira de Souza;
  • Marco Aurelio da Silva Canal;
  • Monica da Costa Monteiro Souza;
  • Narciso Gonçalves;
  • Rildo Alves da Silva;
  • Sueli Monteiro Gentil;
  • Alexandre Ferrari Araujo;
  • Fabio dos Santos Cury;
  • Fernando Barbosa;
  • João Batista da Silva;
  • Leonidas Pereira Quaresma.

Fonte: Jovem Pan

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta