Barroso: “Houve uma clara ação de violação criminosa”

Ministro do STF comentou os vazamentos atribuídos a Moro, Barroso disse que Moro é vítima de uma violação criminosa

O ministro do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, saiu em defesa de Sérgio Moro no caso dos vazamentos divulgados pela Veja e pelo The Intercept. Barroso classificou o caso como uma “violação criminosa de comunicação privada”.

– Eu sou juiz. Juiz fala ao final. Não no início, nem no meio. A única coisa que eu sei é que houve uma clara ação de violação criminosa de comunicação privada. Eu queria saber qual família resistiria a dois anos de violação de comunicação privada? – indagou o ministro.

Barroso acredita que há “uma imensa articulação para desacreditar tudo aquilo que foi feito” pela Operação Lava Jato. O ministro ainda criticou o Judiciário brasileiro alegando que ele “presta um serviço ruim à sociedade”.

Fonte: Pleno.News

Deixe uma resposta