Juan Guaidó denuncia invasão de sua casa por militares na Venezuela

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino do país no último dia 23, denunciou hoje (31) a invasão de sua casa por militares. Em sua conta pessoal no Twitter, ele afirma que a invasão foi promovida por agentes da Força de Ação Especial da Polícia Nacional Bolivariana (FAES).

Antecipando-se a futuros acontecimentos relacionados à mulher e à filha, Guaidó responsabilizou o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, por qualquer ato que venha a ocorrer com sua família.

“Neste momento a FAES está na minha casa, da minha família. Eu torno o cidadão Nicolás Maduro responsável pela integridade da minha filha que está lá”, ressaltou Guaidó.

Há oito dias, Guaidó se autoproclamou o presidente interino da República da Venezuela. A iniciativa contou com o apoio de boa parte da comunidade internacional, inclusive do Brasil.

Nesta quinta-feira, o Parlamento Europeu reconheceu a legitimidade de Guaidó, o que foi destacado pelo venezuelano em suas redes sociais. “O Parlamento Europeu reconhece @jguaido como o legítimo presidente interino da Venezuela. Primeira instituição europeia a reconhecer”, disse o interino.

Guaidó disse que conversou com o presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, sobre parcerias com a Venezuela.

“Eu acabei de conversar com @EP_President. Hoje iniciamos processos de cooperação entre a Europa e a Venezuela, com vistas à proteção de bens e ajuda humanitária. Esperando pelos países da Europa.”

Fonte: Agência Brasil

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta