River Plate goleia o Kashima e fica com o 3º lugar do Mundial de Clubes

Sem grandes dificuldades, os River venceu a equipe japonesa por 4 a 0 e agora volta para a Argentina para comemorar o título da Libertadores

O River Plate conqusitou o 3º lugar do Mundial de Clubes em cima do Kashima Antlers
Reprodução / FIFA

O River Plate conqusitou o 3º lugar do Mundial de Clubes em cima do Kashima Antlers

River Plate e Kashima Antlers se enfrentaram neste sábado (22) em jogo que valeu o terceiro lugar do Mundial de Clubes, e os argentinos levaram a melhor, vencendo por 4 a 0.

Com várias mudanças em relação ao time que foi derrotado pelo Al Ain na semifinal, o River começou a partida pressionando e criou as primeiras oportunidades.

Com apenas dois minutos de jogo, o goleiro Sun-Tae Kwoun, do Kashima , já havia feito duas boas defesas e impedindo que os argentinos abrissem o placar.

Na terceira vez em que foi exigido, o goleirão levou a pior. Após dividir uma bola com Palacios, que ao tentar a cobertura, acabou o atingindo com o pé. Após atendimento, Sun-Tae decidiu permanecer em campo.

Mesmo com o domínio total do River, a primeira chance claríssima de gol foi do time japonês. Aos 10 minutos,  Seung-Hyun desviou cobrança de escanteio quase embaixo do travessão, mas Lux fez um milagre e no reflexo defendeu a bola.

A partir daí, o Kashima começou a igualar a partida, permanecendo mais com a bola no ataque, mas logo levou um balde de gelo.

Aos 23 minutos, o goleiro Sun-tae Kwoun, que havia se machucado na dividida com Palacios, teve que ser substituído pelo reserva Sogahata. Logo em seu primeiro lance, o River Plate abriu o placar com Zuculini, que subiu bem no escanteio e cabeceou sem chances para o goleirão.

A equipe argentina se manteve melhor e com mais posse de bola no restante do primeiro. Apenas aos 45 minutos o Kashima voltou a assustar com boa jogada de Abe, que foi travado na finalização e na sobra Anzai bateu forte no travessão.

A segunda etapa também começou agitada, com as duas equipes procurando ir ao ataque, o River para definir o placar e o Kashima para conseguir o empate.

Os argentinos até chegaram a marcar o segundo gol aos 15 minutos com Borré após boa jogada de Quintero, mas o auxiliar assinalou corretamente o impedimento do atacante.

Logo na sequência, o japonês Doi arrancou pela esquerda, cortou o zagueiro argentino e bateu para o gol, exigindo uma defesaça do veterano Lux, que ganhou uma oportunidade neste jogo.

O 2×0 veio aos 27 minutos com Pity Martinez, que  aproveitou bom passe de Álvarez para aumentar a vantagem no placar.

Depois do segundo gol, o Kashima ficou entregue na partida. Aos 42, Borré fez de pênalti e marcou seu terceiro gol na competição, se igualando ao galês Gareth Bale, do Real Madrid, na artilharia.

Para finalizar, o inspirado Pity Martinez deixou um golaço de cobertura aos 47 minutos. O tento foi o último do camisa 10 pelo time argentino. Nesta janela, ele deve confirmar sua transferência para o Atlanta United, dos Estados Unidos.

Com o a terceira colocação garantida, o River Plate volta para a Argentina onde ainda irá comemorar o título da Libertadores com seus torcedores, já que após a vitória em cima do Boca em Madrid, o elenco já viajou para a disputa do Mundial de Clubes .

Fonte: IG esporte

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta