PSL lança Favero para presidência da Assembleia Legislativa

Deputados novatos na Assembleia Legislativa ganham força para disputar a Mesa Diretora. Sílvio Favero (PSL), eleito este ano, foi lançado candidato pela Executiva Nacional do partido que tem como principal nome o presidente eleito Jairo Bolsonaro. A novidade tirou de cena seu companheiro de partido, delegado Claudinei, que estava articulando uma chapa alternativa à atual presidência, que vai tentar a reeleição.

O anúncio foi feito após reunião da bancada do PSL com Bolsonaro, realizada em Brasília. O senador eleito, major Olímpio (SP), o líder na Câmara, delegado Valdir (GO), e o presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, gravaram um vídeo lançando o parlamentar.

Favero já começou a conversar com outros novatos sobre o assunto, mas ainda não quer falar sobre as estratégias da disputa. Claudinei, que já havia anunciado interesse na Mesa Diretora, afirma que apoia a decisão do partido e deve construir, junto ao correligionário, uma composição. Na avaliação dele, é preciso que os novos deputados e os que ainda não fazem parte da administração do Parlamento se unam. “Queremos é uma alternância no poder”, disse.

No vídeo, o delegado Valdir ressalta que Favero é conservador, de direita e tem o apoio de Bolsonaro. Nomes o PSL em Mato Grosso também se manifestaram, como a senadora eleita Selma Arruda, o deputado federal eleito Nelson Barbudo e o deputado federal Victório Galli, atual presidente da sigla no Estado.

Ulysses Moraes (DC), que é do grupo dos novatos e que defendem uma Mesa Diretora sem deputados reeleitos, afirma que já conversou com Favero e que ele manifestou interesse em formar uma chapa efetivamente nova. “É preciso fomentar a união dos novos nomes. Eu serei um parceiro, mas deixei bem claro que não vou apoiar uma composição com alguém que represente a velha política”, disse, pontuando que Favero antecipou interesse em construir um projeto novo, mas dentro da ideologia do PSL.

Atualmente, a briga pela Mesa Diretora está acirrada entre três reeleitos. Eduardo Botelho (DEM), que atualmente preside a Casa busca continuar no cargo. Guilherme Maluf (PSDB), que está na primeirasecretaria, e Janaina Riva (MDB) também se articulam.

Para conseguir se eleger, Favero terá que conquistar o apoio dos 13 deputados novatos, tarefa difícil, tendo em vista os acordos partidários pré-estabelecidos. Apesar de representarem a “nova política” no Legislativo, muitos dos deputados de primeiro mandato – a exemplo do próprio Favero, que foi vice-prefeito de Lucas do Rio Verde – já são atuantes no setor e têm compromissos anteriores ao desse pleito.

Fonte: GD

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta