PGR entra com nova ação para derrubar decisão de Mendes que soltou Beto Richa

Marcelo Camargo/Agência BrasilEm setembro, Mendes mandou soltar Richa, que foi preso pela Justiça do Paraná

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, entrou com uma nova ação nesta segunda-feira (05) para tentar derrubar a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes que soltou o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB). O documento protocolado foi divulgado nesta terça-feira (06).

Em setembro, Mendes mandou soltar Richa, que foi preso pela Justiça do Paraná. Ele é suspeito de integrar esquema de propina, direcionamento de licitações de empresas, lavagem de dinheiro e obstrução de Justiça.

Em ação, o Supremo considerou ilegal a realização de condução coercitiva. A soltura foi uma resposta a tal ação. A defesa do ex-governador alegava que a prisão de Beto Richa foi um substituto da condução coercitiva.

Em nova ação, que está sob poder do ministro Luiz Fux, a procuradora-geral volta a pedir que Mendes seja impedido de analisar outros pedidos de liberdade com base em ação de conduções coercitivas.

Fonte: Jovem Pan

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta