Wellington Fagundes denuncia deputado Valtenir Pereira por compra de votos

Candidato ao governo do Estado, Wellington Fagundes (PR) anunciou na noite de quinta-feira (4) um pedido de investigação contra o deputado federal e candidato à reeleição Valtenir Perreira (MDB), que foi gravado recebendo R$ 20 mil em espécie das mãos do empresário Mauro Carvalho, um dos principais articuladores da campanha de Mauro Mendes (DEM) ao Palácio Paiaguás. O dinheiro recebido, segundo a denúncia, seria para compra de votos.

O vídeo surgiu pela primeira vez na quarta-feira (3), circulando em aplicativos de mensagens. Como resposta, Valtenir publicou um vídeo em que se defende dizendo que a gravação é de 2010 e que a filmagem foi editada para prejudicá-lo. Segundo o parlamentar, o dinheiro foi utilizado legalmente para custear viagens ao interior do Estado e viabilizar a coligação “Mato Grosso Mais”, que também tinha, na época, Mauro Mendes disputando o governo.

Na petição, os advogados de Wellington destacam, contudo, que no vídeo Valtenir aparece com uma camiseta semelhante a que usou durante evento de campanha, no início desta semana, o que poderia desmentir a tese de que o vídeo é antigo.

“Como se vê, qualquer leigo ao analisar os vídeos e as postagens do Deputado, verificam que o porte físico, as roupas e sua aparência são idênticas as de ambos os momentos, sendo verdadeira ‘balela’ afirmar que o vídeo vazado e as referidas postagens, tem diferença temporal de aproximadamente 8 anos”, diz trecho do pedido de investigação.

O pedido foi encaminhado para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE -MT), à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Eleitoral (MPE).

Em vídeo publicado em suas redes sociais, Wellington Fagundes destaca que a gravação foi feita pelo próprio Mauro Carvalho. A primeira versão da gravação a circular na internet estava editada e não mostrava o momento em que o empresário pega a câmera escondida. Só nesta quinta-feira uma versão mais longa, com esse trecho, veio a público.

Fonte: GD

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta