Datafolha: Bolsonaro segue líder com 28%; Haddad tem 16% e Ciro Gomes 13%

Levantamento do instituto mostra Jair Bolsonaro com 28%, Fernando Haddad com 16%, Ciro Gomes com 13%, Alckmin com 9% e Marina com 7%

Pesquisa Datafolha mostra Jair Bolsonaro na liderança e confirma Haddad em alta

iG Arte/Agência Brasil

Pesquisa Datafolha mostra Jair Bolsonaro na liderança e confirma Haddad em alta

Foi divulgada, na madrugada desta quinta-feira (18), a mais nova pesquisa eleitoral do instituto Datafolha. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança isolada, e oscilou dentro da margem de erro, indo de 26% para 28%. Fernando Haddad (PT) manteve a tendência de outras pesquisas e subiu de 13% 16%. Diferente de outros levantamentos, no entanto, o petista teve alta mais discreta e ficou tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT), que tem a preferência de 13% do eleitorado.

Ainda brigando por uma vaga no segundo turno, Geraldo Alckmin (PSDB) se manteve estagnado na pesquisa Datafolha , com 9% das intenções de voto. Já Marina Silva (Rede) oscilou para baixo dentro da margem de erro, ficando com 7%.

Confira, abaixo, os números divulgados pelo Datafolha :

Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 16%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
Marina Silva (Rede): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Guilherme Boulos (Psol):1%
Brancos e nulos: 12%
Não souberam ou não responderam: 5%

Os candidatos João Goulart Filho (PPL), Cabo Daciolo (Patriota) e José Maria Eymael (DC) não alcançaram a marca de 1% das intenções de voto.

Em possíveis cenários de segundo turno, Ciro Gomes apareceu como o único que venceria Jair Bolsonaro. Ele alcançou 45% das intenções de voto, contra 39% do candidato do PSL. Haddad ficaria empatado com Bolsonaro, cada um 41%. Já Geraldo Alckmin e Marina Silva ficaram no empate técnico com o deputado.

O instituto também pesquisou a rejeição aos candidatos. Bolsonaro seguiu com o maior índice, oscilando de 44% para 43%. Marina Silva é a segunda mais rejeitada, com 32%. Já Fernando Haddad viu seu índice subir de 26% para 29%. Geraldo Alckmin marcou 24% e Ciro Gomes 22%.

Registrada sob o número BR-06919/2018 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a pesquisa Datafolha  ouviu 8.601 pessoas em 323 municípios brasileiros entre os dias  18 e 19 de setembro. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo Jornal Folha de São Paulo.

Fonte: Último Segundo

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta