TRE manda Claro apontar disseminadores de fakes

Mauro Mendes obteve decisão favorável para que disseminadores de fake news contra ele sejam identificados por operadora de celular

A pedido do democrata Mauro Mendes, candidato ao governo de Mato Grosso, a Justiça Eleitoral determinou à operadora de telefonia celular, Claro, que forneça dados relativos a 6 números utilizados para divulgar mensagens e conteúdos classificados por Mendes como “fake News”.

A decisão é do juiz Mário Roberto Kono de Oliveira, do TRE-MT. A operadora terá que fornecer os dados dos proprietários dos telefones cujos prefixos são: 66, 62 e 84.

Na ação, a assessoria jurídica do grupo encabeçado por Mauro Mendes Segundo a defesa do candidato, apontou que os terminais telefônicos estão divulgando mensagens anônimas com link de vídeo difamando o ex-prefeito de Cuiabá. Destaca haver indícios fortes do uso de “bots (robôs) disseminando fake News, por meio do uso de provedor estrangeiro”.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta