Baiano Filho se desfilia do PSDB e apoia Mauro Mendes para o governo

Após recuar do projeto de ser reeleito para um 3º mandato, o deputado estadual Baiano Filho, um dos 4 parlamentares mais votados no pleito de 2014, anuncia sua desfiliação do PSDB, partido que tem o governador Pedro Taques buscando a reeleição. Ao mesmo tempo, confirma apoio oficial ao grupo encabeçado pelo democrata Mauro Mendes e Otaviano Pivetta (PDT), candidatos a governador e vice-governador, respectivamente, como oposição ao tucano Taques.

Anúncio de sua desfiliação da sigla tucana foi feito em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (22), ao lado de Mendes e Pivetta. Representante da região Araraguia de Mato Grosso, Baiano Filho foi reeleito nas eleições de 2014 com 43.042 votos, se consagrando como um dos parlamentares mais votados, ocupando o 4º lugar entre os 24 deputados.

Na semana passada, o parlamentar surpreendeu muita gente ao anunciar que desistiu de disputar a reeleição no pleito deste ano. À ocasião, explicou por meio de nota que, nos últimos meses refletiu sobre permanecer ou não na vida pública e decidiu se retirar da política. “Estou com o coração dilacerado”, resumiu Baiano.

No entanto, nos bastidores políticos já circulava a informação de que ele pretendia apoiar o candidato Mauro Mendes, o que agora o próprio deputado confirmou em coletiva. Atualmente, Baiano está licenciado da Assembleia Legislativa e no seu lugar está Ademir Brunetto, que nas eleições de 2014 era filiado ao PT, mas hoje integra os quadros do PSB. A licença de 121 dias, por motivos particulares, foi solicitada em junho.

Além do anúncio de desfiliação e apoio a Mendes, o parlamentar afirmou ainda que já pediu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT) que interrompa seu registro de candidatura e afirmou que vai apoiar Mauro Mendes sem expectativa de obter cargos em troca, na possibilidade de eleição. “Eu pedi ontem junto à Justiça eleitoral a interrupção da minha candidatura, me desfiliei do PSDB pra poder estar aqui, mas também deixo claro a todos que eu vim pra somar, pra contribuir, eu vim por acreditar. Dizer que não quero, também porque não fui convidado, mas principalmente porque eu não quero, não ocuparei nenhum cargo no governo do governador Mauro Mendes”, disse.

Baiano Filho comandou a Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Seel) de 2003 a 2010, quando disputou as eleições e garantiu uma cadeira na Assembleia Legislativa pela 1ª vez.

Sobre sua atuação na campanha, pondera que vai esperar as ordens do Pivetta. Destaca, no entanto, que vai restringir sua atuação na região do Araguaia e Norte do Estado.

Baiano na Bereré

Baiano Filho é um dos 7 deputados estaduais investigados pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) na Operação Bereré que desmantelou um esquema de propina de mais de R$ 30 milhões no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) envolvendo contrato firmado entre o Estado e a empresa EIG Mercados. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Estadual ao lado de outros 6 deputados estaduais e mais 51 pessoas.

Fonte: GD (Celly Silva e Welington Sabino)

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta