Manuela D’Avila será vice de Lula em chapa para Presidência, diz Reuters

Partido também teria definido o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como plano B, caso haja a impugnação da candidatura do ex-presidente

Manuela D'Ávila foi oficializada candidata à Presidência pelo PC do B nesta quarta-feira (1)
Reprodução/Twitter Manuela D’Ávila

Manuela D’Ávila foi oficializada candidata à Presidência pelo PC do B nesta quarta-feira (1)

A deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB) será a candidata a vice-presidente na chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo a agência Reuters, uma fonte que acompanha de perto as negociações confirmou a informação. Além disso, o partido também definiu o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) como plano B, caso haja a impugnação da candidatura do ex-presidente.

Na sexta-feira, Haddad, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e o secretário de Finanças do PT viajaram para Curitiba para conversar com Lula sobre o acordo. Na última quarta-feira (1º), Manuela D’Ávila  foi apresentada como candidata à Presidência pelo PCdoB em convenção, mas o partido tinha deixado em aberto a possibilidade de se aliar ao PT em uma frente de esquerda, desde que o PT cedesse a vaga de vice-presidente a Manuela.

De acordo com a fonte da Reuters, Haddad ficará à disposição para assumir a vaga de candidato a presidente com a provável impugnação da candidatura de Lula que, condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, deve ser enquadrado na lei da Ficha Limpa.

Durante a convenção do PCdoB , Manuela foi questionada por jornalistas sobre a possibilidade de ser vice de uma chapa de esquerda ou mesmo do PT, uma vez que defendeu a “unidade da esquerda”. “A nossa candidatura, desde que foi colocada em 18 de novembro, sempre defendeu a unidade do nosso campo político, fizemos um conjunto de apelos público e ainda temos algum tempo. Se surgir alguma novidade nesse sentido, seguimos entusiastas”, disse.

No sábado (4), o PT se reunirá em São Paulo e a tendência é que o partido formalize a candidatura do ex-presidente Lula – mesmo que ainda não esteja definido oficialmente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se ele pode ou não ser candidato, devido a sua prisão. Caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) decidir se Lula poderá concorrer. O julgamento deverá ocorrer antes do dia 15 deste mês, prazo final para registrar as candidaturas no TSE.

“Há uma possibilidade” diz Gleisi sobre Manuela D’Ávila

Após se reunir com o ex-presidente Lula em Curitiba, Gleisi afirmou em entrevista aos jornalistas que a vaga de vice está “em aberto”. Perguntada sobre o nome de D’Ávila para compor a chapa, a senadora afirmou apenas que “há uma possibilidade”.

“Assim como há uma possibilidade de indicação de qualquer partido que vier a compor conosco a coligação. Se nós tivermos uma composição com o PDT, nós vamos discutir com o PDT. Então, obviamente que o PCdoB tem o direito de indicar a candidata a vice”, explicou Gleisi sobre Manuela D’Ávila . A presidente do PT também afirmou que Ciro Gomes (PDT) “seria um bom vice para Lula”.

Fonte: Último Segundo

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta