Pesquisa do Ibope aponta que maioria dos eleitores não tem interesse em eleições

Levantamento do Ibope ouviu 2 mil eleitores entre 21 e 24 de junho; 45% dos entrevistados estão pessimistas com as eleições de outubro de 2018

De acordo com o Ibope, maioria dos brasileiros não tem interesse em eleições de 2018

Nelson Jr./ ASICS/ TSE

De acordo com o Ibope, maioria dos brasileiros não tem interesse em eleições de 2018

Um levantamento do Ibope divulgado nesta quinta-feira (2) evidencia o clima de desanimo e desinteresse que as eleições de outubro de 2018 tem provocado no eleitor brasileiro.

De acordo com a pesquisa do Ibope , encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 61% dos dois mil entrevistados disseram não ter interesse algum, ou ‘pouco interesse’, no pleito de outubro, quando serão eleitos deputados federais e estaduais, senadores, governadores, presidente da República e seus respectivos vices.

Ainda, 45% do eleitorado está ‘pessimista’ ou ‘muito pessimista’ quanto aos resultados que saíram das urnas, do que resulta parte do desinteresse pelas eleições.

O desanimo, aponta a pesquisa, é maior entre as mulheres: 47% das eleitoras estão muito pessimistas e somente 18% expressaram otimismo, contra 43% de homens pessimistas e 28% otimistas.

As entrevistas foram realizadas entre 21 e 24 de junho, tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais e para menos e a possibilidade de que ela reflita a realidade é de 95%.

Somadas, as fatias do eleitorado que expressam ‘muito interesse’ ou ‘algum interesse’ no pleito contam 38% do total. Ainda, a despeito do desanimo majoritário, 42% dos consultados acreditam que a eleição tem potencial para ‘mudar o país para melhor’.

Ainda, 69% dos entrevistados acreditam que o ‘o voto de cada brasileiro importa’.

As razões para o pessimismo também foram elencadas pela pesquisa: 30% dos entrevistados têm na corrupção da classe política a razão de seu desânimo; 19% afirma não confiar nos candidatos; 16% ainda não encontrou em quem votar; e 11% aponta na falta de mudança na política a fonte do desânimo.

O processo eleitoral, contudo, ainda tem a confiança do brasileiro: só 5% dos consultados se disseram desanimados por não confiar nas eleições enquanto método democrático.

Ibope acrescentou, por fim, uma última afirmativa, para a qual o entrevistado deveria expressar sua discordância ou anuência: “todos os candidatos são corruptos, então não faz diferença em quem eu voto”. Quarenta e cinco por cento dos eleitores discordaram da premissa, enquanto 55% concordaram.

Fonte: Último Segundo

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta