Aécio paga por hipocrisia e erros políticos

Tucano desiste do Senado porque não se reelegeria

Aécio Neves não desistiu de disputar o Senado por Minas a fim de facilitar composições políticas que vitaminem a candidatura de Antonio Anastasia ao governo do Estado, mas porque perdeu cacife político para se reeleger. A decisão de concorrer a deputado federal é a saída para tentar permanecer na política.

Candidato a presidente que quase se elegeu em 2014, Aécio está pagando pelos seus erros políticos, sobretudo pelo discurso moralista e hipócrita a respeito da corrupção. Numa conversa com o empresário Joesley Batista, Aécio se autoimplodiu politicamente. Pediu R$ 2 milhões a Joesley, o que o tucano alegou ser um empréstimo, e prometeu vantagens para o empresário na Vale.

A queda de Aécio é uma ironia política. O moderado que radicalizou após a derrota de 2014 provou do próprio veneno. Também simboliza a crise do PSDB, partido que tenta se reerguer politicamente com a candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência neste ano.

Fonte: Blog do Kennedy

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta