Depoimento bomba de cabo Gerson pode fazer PSDB substituir Taques por Leitão na disputa pelo governo

O depoimento do cabo da Polícia Militar, Gerson Luiz Correa Junior, à 11ª vara criminal de Cuiabá, durante a madrugada deste sábado (28.07), caiu como ogiva nuclear no colo do governador Pedro Taques (PSDB) e deixou o tucanato atônito e em polvorosa. Reuniões de emergência estão sendo realizadas desde as primeiras horas deste fático sábado, na residência do governador candidato a reeleição.

Gerson foi enfático ao afirmar que os donos dos grampos são o governador Pedro Taques e seu primo preso e ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques. Verdade ou não, o cabo da PM acabou de colocar fogo no circo político de MT. A deputada Janaína Riva(MDB), uma das vítimas da grampolândia, disse esperar que Taques pague por seus crimes.

Diante da gravidade das declarações de Gerson, o deputado Romualdo Junior (MDB) já antecipou que vai propor nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa para investigar o caso.

Assessores próximos do governador avaliam como desastroso o depoimento do Cabo da PM para o projeto de reeleição de Taques. Um deputado ligado ao chefe do Executivo confidenciou a este blog que a hipótese de substituição de Taques pelo deputado federal Nilson Leitão na corrida pelo governo já está sendo analisada.

Outras possibilidades estão sendo estudadas. Não será se a eleição for decidida apenas entre dois candidatos. As conversas avançam. O inquilino do Paiaguás sentiu o peso das declarações do Cabo Gerson. Avançar ou recuar já não depende apenas de Taques. Para sobrevier, PSDB pode trocar Taques por Leitão ou até abrir mão de disputar o governo do estado. Os próximos capítulos serão emocionantes.

Fonte: A Bronca ( Por Edésio Adorno)

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta