Brasil não tem representante no Top 10 pela primeira vez desde 2013

A última vez que isso ocorreu foi em 2012, justamente com o camisa 10 da seleção

Partida contra a África do Sul foi apenas a 2ª na temporada de Neymar
EVARISTO SA / AFP

Partida contra a África do Sul foi apenas a 2ª na temporada de Neymar

A ausência de Neymar no Top 10 dos melhores jogadores de 2018 não é um baque apenas para o craque do Paris Saint-Germain, mas, também, para o Brasil. Pela primeira vez desde 2013, nenhum jogador tupiniquim estará no topo da prateleira dos atletas que mais brilharam na temporada.

A última vez que isso ocorreu foi em 2012, justamente quando Neymar, que havia sido eleito o 10º melhor do mundo em 2011, quando ainda atuava pelo Santos, não conseguiu figurar entre os melhores. Desde então, o craque sempre esteve entre os dez finalistas. No último ano, o lateral Marcelo também foi colocado no hall.

A lista causou surpresa, já que Neymar, ainda que de forma contestada, esteve na lista de melhores da Copa do Mundo da Fifa. Ainda que seu objetivo de ser melhor do mundo estivesse distante, esperava-se que ao menos seria finalista, já que fez uma boa temporada pelo PSG antes de se lesionar, em fevereiro.

Os dez finalista foram apontados por um painel comporto por 13 especialistas, entre ex-jogadores e treinadores. A partir de agora, haverá uma votação final que levará em conta a opinião de torcedores, técnicos e capitães de todas as seleções que fazem parte da entidade, além de jornalistas selecionados pela Fifa.

Confira a lista dos 10 finalistas:

Cristiano Ronaldo (POR/Juventus)

Kevin De Bruyne (BEL/ Manchester City)

Antoine Griezmann (FRA/ Atlético de Madrid)

Eden Hazard (BEL/ Chelsea)

Harry Kane (ING/ Tottenham)

Kylian Mbappé (FRA/ Paris Saint-Germain)

Lionel Messi (ARG/ Barcelona)

Luka Modric (CRO/ Real Madrid)

Mohamed Salah (EGT/ Liverpool)

Raphael Varane (FRA/ Real Madrid)

Fonte: O TEMPO

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta