Taques diz que Mauro e Welington fizeram conchavo

Alvo de ataques, o governador Pedro Taques (PSDB) sugeriu a existência de um conchavo entre os pré-candidatos ao Governo do Estado Mauro Mendes (DEM) e Wellington Fagundes (PR) para ataca-lo e desqualifica-lo perante a população mato-grossense devido ao pleito eleitoral de outubro deste ano.

O gestor tucano tem sido alvo de duras críticas de seus ex-aliados e também dos políticos de oposição, em especial do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes. Desde que o Democratas (DEM) anunciaram que está trabalhando no sentido de construir a candidatura do democrata ao Governo do Estado, eles têm trocado farpas por meio da imprensa.

Diante disso, garante que não irá apanhar quieto. “O que eu acho engraçado, e eu quero pedir uma reflexão do cidadão, é que batam em mim o dia inteiro, me parece que tem uma jogadinha entre os outros dois pré-candidatos para me atacar. Eu apanho o dia inteiro, me chamam de incompetente, me chamaram até de troço um dia desses. Todos os dias eu apanho. Agora, até Jesus Cristo quando entrou no templo e expulsou os vendilhões também não aceitou este tipo de provocação, imagina eu”, reclamou.

Apesar disso, o chefe do Executivo Estadual garante que não irá fazer a “política do bateu levou”.

Fonte: DC

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta