Sine debate políticas para a inserção do menor jovem aprendiz no mercado de trabalho

Dados preliminares apontam que, em Sinop, são, pelo menos, 300 empresas com capacidade para contratação desses menores jovens aprendizes.

O Sistema Nacional de Empregos (Sine-Sinop) sediará uma reunião técnica para discutir as parcerias e adesões ao ingresso do menor e jovem aprendiz no mercado de trabalho. O evento está marcado para a amanhã, quinta-feira, 21, às 14h, no centro de eventos da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

A Superintendência Regional do Trabalho, que é quem comandará a reunião, já fez um mapeamento das principais empresas de Sinop que têm capacidade para a contratação de menores e jovens aprendizes em seu quadro de colaboradores e estendeu, à elas, o convite para participar dessa reunião e debater as políticas voltadas para o setor. A esses empresários será oferecida a palestra “aprendizagem profissional no combate ao trabalho infantil.

Dados preliminares apontam que, em Sinop, são, pelo menos, 300 empresas com capacidade para contratação desses menores e jovens aprendizes [menor aprendiz, de 14 a 16 anos / jovem aprendiz, de 17 a 24 anos]. O Sine, por sua vez, já se antecipou e fez, na última semana, um chamamento para que essas pessoas fora do mercado de trabalho fossem até a unidade para preencher um cadastro.

Ainda preocupado com a colocação desses aprendizes no mercado de trabalho, o Sine fez uma parceria com a Prepara Cursos para oferecer a eles [aprendizes interessados em trabalhar], de forma gratuita, um curso de marketing pessoal, ensinando como preencher um currículo, como se vestir e se comportar em uma entrevista de empregos, entre outros.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta