Grupo FMC nega ser alvo de diligências da PF

O Grupo FMC, factoring do empresário Frederico Muller Coutinho, negou que a ida da Polícia Federal até a empresa na manhã desta segunda-feira (18) tenha se tratado de algum tipo de “diligência”.

Por meio de nota à imprensa, o Grupo disse que ocorreu somente uma visita técnica de uma equipe da Justiça Federal, composta por servidores que são responsáveis pela gestão do imóvel locado pela empresa.

O objetivo era apenas inspecionar o prédio, para posterior desocupação, pois o Grupo FMC não possui mais interesse em permanecer com o contrato de locação. Ainda segundo a nota, o grupo refuta quaisquer outras interpretações dos fatos ocorridos.

Nos bastidores havia a informação de que a ida da PF se dava em razão do envolvimento de Muller como delator da 1ª fase da Operação Sodoma, deflagrada pelo Gaeco e Defaz para desarticular diferentes esquemas de corrupção que envolviam pagamento de propina e lavagem de dinheiro em Mato Grosso.

Fonte: GD

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta