Taques reage ao saber que DEM lançará Mauro Mendes e fala em ‘bateu-levou’

O governador Pedro Taques (PSDB) reagiu à decisão do Democratas em construir candidatura própria para a disputa ao Palácio Paiaguas. O tucano garante que a partir de agora será na base do “bateu-levou”.

“Eu acho ótimo, pois eu estou cansado de apanhar sozinho, já que agora existe candidato, pode começar a  apanhar junto comigo”, disse Taques a reportagem.

Perguntado se sua campanha à reeleição poderá ter um tom mais agressivo e de ataques, o governador negou dizendo que buscará fazer compromissos e propostas, mas não pretende fugir do debate. “Até agora só eu fui chamado de incompetente, fracassado na administração, e outros predicativos”, afirmou.

“Todos aqueles que estão no Executivo ou que se colocam na disputa estão mais suscetíveis às críticas. Da sociedade, do meio político e da imprensa. Enquanto ninguém se coloca, o único que está sujeito a isso sou eu”, completou.

Pedro Taques lembrou que a decisão do DEM é um direiro que cabe unicamente ao partido e que continuará com as amizades que tem na sigla.

A decisão do DEM de definir a a construção de candidatura própria ocorreu desta segunda-fiera (11) à noite durante reunião da Executiva Estadual do partido. Mendes e o ex-senador Jayme Campos deram sinal verde para que a sigla viabilize as candidaturas de ambos.

“O Democratas definiu dar início à construção das candidaturas majoritárias de Mauro Mendes e Jayme Campos. Vamos a partir de hoje buscar construir a viabilidade eleitoral, política, partidária e estrutural dessas candidaturas”, disse o presidente estadual do DEM e deputado federal, Fábio Garcia, logo após a reunião.

Além de Mendes, Garcia e Jayme Campos, participaram da reunião o ex-governador Julio Campos e os deputados estaduais Eduardo Botelho, Dilmar Dal’Bosco e Adriano Silva.

Agora já são 5 pré-candidaturas na disputa rumo ao Paiaguás: Mauro Mendes (DEM), Wellington Fagundes  (PR), Otaviano Pivetta (PDT), Procurador Mauro (Psol) e Pedro Taques (PSDB) que tentará a reeleição.

Fonte: GD

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta