Sindicato desafia Taques a tomar uma atitude

REDUÇÃO DO ICMS

Em meio ao movimento grevista deflagrado por caminhoneiros em todo o país, o Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Estado de Mato Grosso (Sindmat) defende uma redução no valor do ICMS que incide sobre o combustível.

Para isso, a entidade divulgou uma nota endeçada ao governador Pedro Taques (PSDB) na qual pleteia que o gestor reduza o percental do imposto cobrado sobre o diesel, etanol e gasolina.

E desafia o tucano a tomar uma atitude e fazer sua parte para ajudar a solucinar a crise gerada com a greve dos caminhoneiros.

Confira a nota na íntegra

O Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Estado de MATO GROSSO (Sindmat) vem a público solicitar ao governador Pedro Taques que reduza o percentual da cobrança de ICMS sobre combustíveis dentro das seguintes alíquotas:

1) Gasolina: 25%

2) Etanol: 12%

3) Diesel: 12%

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, verificando a grave crise que atravessa o país, já deu o exemplo reduzindo a alíquota do ICMS para o mesmo patamar do estado de São Paulo.

Sabemos que isto é possível, basta o nosso governo melhorar a gestão dos recursos arrecadados pelo estado.

Pedimos ao senhor governador que tenha ATITUDE e ajude a solucionar está crise.

Cuiabá MT, 25 de maio de 2018.

Eleus Vieira de Amorim

Presidente do SINDMAT

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta