Emanuel espera que vice e PTB resolvam pendência por cargos; dirigente reluta

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) espera que o PTB e o vice-prefeito Niuan Ribeiro (PSD) acertem suas pendências por conta dos cargos indicados pelo agora social-democrata, enquanto era presidente municipal da sigla trabalhista. “Espero que resolvam internamente”, disse o emedebista, acrescentando que se o imbróglio não for solucionado irá convocar uma reunião entre as partes para reestabelecer a paz.

A polêmica veio à tona, após Niuan deixar o PTB e ingressar no PSD para buscar vaga na Assembleia na eleição de outubro. Parte dos petebistas se sentiram “traídos” e reivindica os cargos indicados pelo vice, sob argumento de que as vagas pertencem à sigla.

Essa tese é defendida pelo presidente municipal da sigla, Roberto Bezerra, que assumiu o posto deixado por Niuan. O dirigente se mostra relutante e declara que não irá discutir a questão com o Niuan, pois ele não faz mais parte dos quadros da legenda. “Nada contra o Niuan, mas queremos ajudar a contribuir. Fizemos reunião com o prefeito e cabe a ele decidir”, diz Roberto.

Para colocar panos quentes na briga, Emanuel afirma ainda que tentará pacificar a situação. Ressalta que a sua gestão não é pautada apenas pelas indicações, mas sim pela qualificação dos indicados. “Não me pauto apenas pela indicação políticas dos aliados, que são importantes, mas pela capacidade e perfil para determinados cargos. Seja ele de qual cargo for, tem que ter o perfil”.

O chefe do Executivo municipal lembra ainda que PTB e Niuan foram grandes aliados em sua eleição ao Palácio Alencastro. “Quero superar isso, resolver o problema político. São aliados, apoiaram, contribuíram de igual valor. Ninguém é melhor que ninguém e quero ajudar a manter unido o nosso grupo para o bem de Cuiabá”, sustenta.

Cargos

Ainda de acordo com Roberto, o partido reivindica 30 cargos dos terceiro e quarto escalões, como diretores e gerências. “São espaços que queremos estar dentro para poder contribuir com a gestão. É interessante ter pessoas de nossa confiança”, sustenta.

O presidente municipal do PTB alega ainda que o PSD, do qual Niuan faz parte, é oposição na Câmara de Cuiabá, representada pelo vereador Toninho de Souza (PSD) que, inclusive, foi a nona assinatura necessária para instalação da CPI do Paletó, que investiga o prefeito por suposta obstrução de justiça. “Se ele (Niuan) quiser continuar (com cargos) tem que pegar o partido dele, sentar e dizer que quer contribuir com a gestão”, avalia.

Fonte: RDNews (Tarso Nunes)

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta