Índice de infestação do Aedes Aegypti cai para 1,2% em Sinop; redução foi de 77%

O Levantamento de Índice Rápido por Amostragem foi realizado antes e depois do mutirão contra a dengue, realizado pela Prefeitura.

A Prefeitura de Sinop, por meio do Setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, finalizou no mês de abril o Mutirão Contra a Dengue. Ao término da ação, foi realizado o Levantamento de Índice Rápido por Amostragem (LIRAa) e identificada uma redução de 77%, no índice de infestação do mosquito Aedes Aegypti no município.

O mutirão começou no dia 6 de fevereiro deste ano, quando o índice de infestação do mosquito no município era de 3,6%. Já em abril, após o LIRAa, o índice apontado pelo Setor de Endemias é de 1,2%.

Para a realização do mutirão, a Secretaria de Saúde contou com o apoio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Durante 49 dias úteis de trabalho, foram coletados 174 caminhões caçambas de lixo específico que estavam dentro dos quintais e em terrenos baldios da cidade.

No quadrilátero central, as equipes do mutirão atuaram em conjunto com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Empresarial de Sinop (ACES), Tiro de Guerra e Corpo de Bombeiros, onde foram inspecionados 1.530 imóveis, em 54 quarteirões, e eliminados 22 focos do mosquito, a grande maioria sendo em calhas. Também foi aplicado 01 notificação através dos Fiscais da Vigilância Sanitária.

Mesmo com o final do mutirão, as equipes da Secretaria de Saúde seguem com as ações contínuas de combate ao mosquito, que é transmissor de doenças como a dengue, zika vírus e chikungunya.

Notificações

Em Sinop, conforme dados da Vigilância Epidemiológica, neste ano, até esta quarta-feira (02/05), foram notificados 220 casos suspeitos de dengue, sendo que 113 ainda estão em investigação, 60 já foram descartados e 47 casos confirmados da doença, não sendo registrado nenhum caso grave e nem óbito.

Em 2017, em Sinop, foram confirmados 410 casos de dengue, sendo que desses oito foram de dengue com sinais de alarme e dois casos graves da doença.

No caso da chikungunya, até abril, em Sinop, foram cinco casos suspeitos notificados, sendo três confirmados e dois descartados. Em 2017, foram três notificações da doença, sendo todas descartadas.

O vírus da zika, no ano passado, foram confirmados três casos da doença em Sinop e, neste ano, são quatro casos suspeitos notificados, sendo que todos foram descartados.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta