1ª dama mobiliza servidores para doação de medula óssea

A ação vai disponibilizar uma van para levar, ao Hemocentro de Cuiabá, os servidores que tiverem a intenção de doar

A primeira-dama Márcia Pinheiro convida a todos os servidores públicos da Prefeitura de Cuiabá a se mobilizarem na corrente ‘Servidor Doador’, campanha pensada  visando a doação de medula óssea para ajudar a menina Maria Eduarda dos Santos, de 06 anos.

A jovem foi diagnosticada aos três anos de idade com leucemia, um tipo de câncer que afeta os tecidos formadores de sangue, incluindo a medula óssea. Nos últimos anos, Maria realizou o tratamento na Santa Casa de Misericórdia e recebeu alta em novembro do ano passado.

Porém, nos últimos dias, após ser internada novamente foi constatado o retorno da doença. A menina já recebe tratamento com  plaquetas e quimioterapia, fazendo com que o estado de saúde ficasse  frágil fazendo com que ainda não seja possível a realização do exame de compatibilidade.

A mobilização da sociedade começou nas redes sociais e a primeira-dama articulou a  campanha dentro da prefeitura para buscar doadores na perspectiva de encontrar pessoas compatíveis.

“Precisamos ajudar a pequena Maria Eduarda. Eu me sensibilizei e, então, pensamos em conclamar ao funcionalismo público para movimentar mais doações porque quanto mais pessoas dispostas a doarem mais as chances de encontrar alguém compatível e amenizar o sofrimento dessa criança”,

A chance de encontrar doares compatível entre familiares é de 25% e de não aparentado é de 1 para 100 mil ou 1 para 1 milhão daí a necessidade de possuir mais pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doares de Medula Óssea.

Campanha

A ação da primeira-dama vai disponibilizar uma van para levar, ao Hemocentro de Cuiabá, os servidores que tiverem a intenção de doar. O Núcleo de Apoio à Primeira-dama  está  encarregado da listagem de servidores e o agendamento da ida até o centro de doação.

A avó de Maria Eduarda, Dagliane dos Santos, também convida todos os servidores para contribuir com a ação através da aquisição de uma camiseta para custear as despesas do tratamento.

“Quero convidar todo os servidores e colaboradores da prefeitura para doarem 5 ml de seu sangue e fazer o cadastro para se tornar um doador de medula. A minha neta está no hospital lutando pela vida e nós precisamos de muitos cadastros para conseguir uma medula compatível para um futuro transplante de medula. Agradeço imensamente a primeira-dama que está abrindo esse espaço para podermos estar divulgando essa ação que é um ato de amor a vida” disse.

Dagliane ainda reforça a importância de divulgar e convocar mais pessoas a se envolverem para assim beneficiar outras pessoas que necessitam, além da pequena Maria Eduarda. “Eu preciso de vocês. Nos ajudem, divulguem, leve seus familiares porque quanto mais cadastros tivermos, mais chances de ter uma medula compatível com a Maria Eduarda e quando você se torna um doador não é somente a Duda que você estará ajudando, pois você poderá ajuda  a qualquer pessoa que necessite de medula óssea”, frisou.

No Brasil existem 841 pacientes na fila de espera para o transplante de medula óssea compatível para mais de 5,5 milhões de doadores cadastrados, em Mato Grosso são pouco mais de 60 mil.

Como funciona a doação

Para descobrir ou contribuir basta se direcionar ao Hemocentro da Capital para ser incluído no Registro Nacional de Doares de Medula Óssea. É colhido 5 ml de sangue do doador. A  amostra passa pelo exame de histocompatibilidade, ou HLA, para verificar suas características genéticas e, posteriormente, as informações são cruzadas com os de pacientes em espera para determinar a compatibilidade.

A exigência para ser candidato é ter entre 18 e 55 anos; documento com foto oficial; não apresentar doença infecciosa, incapacitante, neoplásica (câncer), hematológica (sangue) ou de sistema imunológico, além de estar em bom estado geral de saúde.

Após cumprir as exigências e confirmar a compatibilidade, o interessado é contatado para efetuar a doação.

Serviços

O servidor interessado em doar pode contatar o Núcleo de Apoio à primeira-dama por meio do (65) 3645-6048 ou pelo primeiradama@cuiaba.mt.gov.br.

O número dos familiares de Maria Eduarda é o (65) 99224-6800.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta