As articulações políticas não param…

E as articulações políticas não param… Candidatos de todas as espécies aparecem do nada… Veja essas e outras, na coluna do glorioso Zé caneta.

Assumindo o senado
No dia 2 de maio, Rodrigues Palma (PTB) será o mais novo senador de Mato Grosso. Palma assume, por 120 dias, a vaga de Cidinho Santos (PR), que está no cargo no lugar de Blairo Maggi, atual ministro da Agricultura.

Transferindo votos
Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, os ministros que abriram mão das eleições para continuarem no Governo Temer decidiram transferir seus espólios eleitorais para familiares ou aliados. A exceção é Blairo Maggi (PP).

Sem transferir votos
Blairo Maggi decidiu que não disputará a reeleição ao Senado e afirmou que não transferirá seu espólio eleitoral para outro político. Disse que fica fora das articulações eleitorais porque seu ciclo político terminou.

Sem apoio
“Minha intenção é ficar fora da eleição e das articulações. Inclusive, avisei aos pré-candidatos que não fiquem esperando meu apoio”, disse Maggi, que liderava todas as pesquisas, para Senado ou Governo, em Mato Grosso.

Na tentativa
Pré-candidato ao Paiaguás, o senador Wellington Fagundes (PR), tem se insinuado para Maggi, com fartos elogios, na tentativa de herdar o prestígio eleitoral do ministro.

Articulação política
Jaime Campos (DEM), Carlos Fávaro (PSD) e Otaviano Pivetta (PDT) almoçaram numa churrascaria, em VG. Jaime já antecipou que, até as convenções, conversará (e almoçará, se for o caso) com todos os líderes partidários.

Articulação política II
A propósito, o comentário nas rodas políticas é o seguinte: enquanto Jaime articula, almoça e janta com líderes, discutindo a eleição, o ex-prefeito Mauro Mendes “pensa” se sai ou não candidato ao Governo.

Mais uma proposta
Líder do Governo na AL, Wilson Santos insiste em uma proposta a Mauro Mendes: o ex-prefeito sai a vice de Taques, que renunciaria em 2020, possibilitando ao democrata a titularidade do cargo e a candidatura à reeleição em 2022.

Sentindo abandonado
Ex-presidente regional da legenda e ex-líder do Governo na AL, Dilmar Dal’Bosco se sente abandonado dentro do DEM. Ele se diz rejeitado pelos neodemocratas e já sinaliza que pode cair nos braços do senador Wellington Fagundes.

Correr o trecho
A ex-juíza Selma Arruda negou que tenha um avião à disposição para a campanha ao Senado. A juíza aposentada disse que vai “correr o trecho” de carro. De início, na pré-campanha, planeja andar cerca de 400 km.

CNBB na política
Em um documento sobre as eleições, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil orienta os católicos a votarem apenas em candidatos ficha-limpa e rejeitem os que só pensam em obter foro privilegiado.

CNBB na política II
Candidatos que “se rendem a uma economia que coloca o lucro acima de tudo” ou que “propõem e defendem reformas que atentam contra a vida dos pobres e sua dignidade” também não merecem o voto dos cristãos, defende a CNBB.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta