VG inicia a campanha de vacinação contra gripe influenza

Várzea Grande imuniza 2,8 mil pessoas no 1º dia da campanha

A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande promoveu a imunização de 2.861 pessoas com a vacina contra a gripe influenza ou H1N1 no 1º dia de campanha nacional. Dados preliminares de 13 unidades de saúde. O relatório foi apresentado pelas Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária ao secretário de Saúde, Diógenes Marcondes que considerou importante a disponibilidade das vacinas oferecidas pelo Ministério da Saúde.

“Estamos atentos e de prontidão quanto a todos os casos que supostamente são apontados como sendo da gripe influenza H1N1, pois a grande maioria acaba não se confirmando após os resultados dos exames laboratoriais que em média levam entre 20 e 30 dias para ficarem prontos.Os exames são feittos no Laboratório Central – Lacen”, disse o titular da saúde pública em Várzea Grande.

Ele lembrou que todas as unidades de saúde pública em Várzea Grande estão vacinando, a exceção do Hospital Pronto Socorro, Centro de Especialidades em Saúde – CES e a UPA Ipase que são unidades de retaguarda para o atendimento de pacientes.

“Em todas as demais unidades, o atendimento tem acontecido da forma prevista, inclusive nas cinco Policlínicas, Cristo Rei, Parque do Lago, Jardim Marajoara, Jardim Glória e 24 de Dezembro, uma sala específica foi destinada para a vacinação da gripe Influenza H1N1, ficando a sala de vacina para as outras necessidades”, explicou Diógenes.

Segundo o Ministério da Saúde a vacinação contra a gripe é a forma mais eficiente para a redução do impacto da doença. De acordo com o Ministério da Saúde, a ação é uma resposta da Organização Mundial da Saúde (OMS) para controlar a circulação de amostras dos vírus. Segundo a pasta, a constante mudança dos vírus Influenza requer monitoramento global e frequente reformulação da vacina.

A vacina trivalente contra a gripe protege contra a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2, e a Influenza B (subtipo Brisbane). A tetravalente protege, além dos 3 tipos de gripe da trivalente, contra o subtipo Phuket da Influenza B.

Devido a essa mutação dos vírus, é necessário se vacinar anualmente contra a Influenza. Grupos prioritários recebem gratuitamente a vacinação nos postos de saúde.

Estão indicadas para todas as pessoas, exceto para bebês com menos de 6 meses de idade. Dependendo do fabricante da vacina, um dos tipos da tetravalente só pode ser dado para crianças maiores de 3 anos de idade. A Trivalente pode ser dada para todos acima de 6 meses. Crianças de 6 meses a 1 ano tem que tomar duas doses com intervalo de 1 mês.

Segundo a Vigilância Epidemiológica de Várzea Grande as prioridades de vacinação ficaram definidas como:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, ou seja, mulheres que deram a luz (até 45 dias após o parto), trabalhador de saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, população privada de liberdade, o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.

Os locais de vacinação em Várzea Grande e a quantidade de vacinas aplicadas foram:

Manga: 150 doses

Manaira: 120 doses

Guia: 279 doses

Capão Grande: 164 doses

Vila Artur: 250 doses

Água limpa: 258 doses

Ouro Verde: 210 doses

Souza Lima: 300 doses

São Mateus: 280 doses

Imperial: 260 doses

Marajoara: 90 doses

Cristo Rei: 200 doses

Jardim Gloria: 300 doses

Total: 2.861 doses

Dados: Desde o início deste ano, foram notificados 7 casos com suspeita de gripe influenza H1N1, dos quais 4 foram a óbito, sendo que 2 não confirmaram a doença após os exames e 2 estão em procedimento de investigação. Três pacientes ainda permanecem internados.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta