Victório Galli tenta barrar adoções por homossexuais

Deputado federal Victório Galli (PSL) apresentou um projeto de lei na Câmara dos Deputados para tentar impedir casais homossexuais e pessoas solteiras de entrarem na fila de adoção no país.

Com o projeto de lei 9906/2018 ele sugere que seja alterado o artigo 42 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para constar textualmente que só “Podem adotar os casados ou com união estável entre homem e mulher”.

O projeto , além de ser visto como um desserviço por muitas pessoas, promete mobilizar as autoridades que atuam e militam em prol de crianças e adolescentes que estão em filas aguardando por adoção.

Em um trecho do texto de justificativa, o parlamentar diz que “É mister que fique claro a insegurança emocional e psicológica da criança mantida por casal de mesmo sexo. É preciso lutarmos de todas as formas legais para manter as crianças próxima ao casal tradicional homem e mulher”.

Vai além e diz que “não há duvida do prejuízo psicológico da criança que se submete a criação de pais e mães de mesmo sexo”. Veja a íntegra do projeto e justificativa aqui.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta