Pela rede social, general Villas Bôas questiona cotidiano brasileiro há meses

Postagens de comandante do Exército aparecem em situações quando o assunto é corrupção ou segurança pública

Os questionamentos do comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, um dia antes da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca do habeas corpus (HC) do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não foi um fato isolado.

Há meses o general utiliza o Twitter, rede social, para se manifestar sobre diversos assuntos do cotidiano brasileiro. Em textos curtos, o general faz questionamentos e opina sobre possíveis soluções para os problemas brasileiros. O assunto que mais leva Villas Bôas ao twitter é segurança pública e corrupção.

Em maio de 2017, quando líderes da JBS delataram ao Ministério Público Federal (MPF), o que deixou o governo do presidente Michel Temer à beira do precipício, o general disse na rede social que “a Constituição Federal Brasileira há de ser sempre solução a todos os desafios institucionais do país. Não há atalhos fora dela!”.

Já em 31 de agosto de 2017, meses antes da decisão do presidente Temer sobre a intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro, Villas Bôas questionou sobre o enfrentamento do Estado contra o crime organizado.

“Na questão da segurança pública, o país estaria preparado para efeitos colaterais advindos do enfrentamento efetivo ao Crime Organizado?”, postou em sua conta na rede social.

Dois antes, em 29 de agosto, o general foi específico ao falar do Rio. “A segurança pública no RJ não possui solução rápida, nem fácil. Toda a sociedade precisa assumir suas responsabilidades na questão”, disse.

Fonte: O TEMPO

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta