Jaques Wagner é alvo da PF em operação sobre superfaturamento da Fonte Nova

Policiais fizeram buscas no apartamento do ex-governador da Bahia e atual secretário; Operação Cartão Vermelho apura irregularidades nas obras

PF faz buscas na casa do ex-governador Jaques Wagner em investigação sobre superfaturamento na Arena Fonte Nova
Edilson Rodrigues/Agência Senado – 29.8.16

PF faz buscas na casa do ex-governador Jaques Wagner em investigação sobre superfaturamento na Arena Fonte Nova

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta segunda-feira (26), mandados de busca no apartamento do ex-governador da Bahia e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia, Jaques Wagner (PT), em Salvador.

A ação faz parte da Operação Cartão Vermelho, deflagrada hoje cedo, que apura possíveis irregularidades em contratos envolvendo serviços de demolição, reconstrução e gestão do estádio Arena Fonte Nova. Jaques Wagner é suspeito de integrar o esquema criminoso.

Para a PF, houve fraude em licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro nas obras do estádio. No total, são cumpridos hoje sete mandados de busca e apreensão, cumpridos em órgãos públicos, empresas e endereços residenciais dos envolvidos no esquema criminoso.

Tendo como base um laudo pericial, a PF informou que o caso pode ter resultado em um superfaturamento que, em valores corrigidos, supera R$ 450 milhões. Segundo a polícia, grande parte desses recursos teve como destino o pagamento de propina e financiamento de campanhas eleitorais.

Além disso, conforme apurado, a licitação que culminou com a Parceira Público-Privada (PPP) tinha a intenção de beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações (FNP) – formado pelas empresas Odebrecht e OAS.

Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com o objetivo de localizar e apreender “provas complementares dos desvios nas contratações públicas, do pagamento de propinas e da lavagem de dinheiro”.

Duas malas com provas

Duas equipes da PF ficaram cerca de uma hora no apartamento do ex-governador baiano, na manhã de hoje, que fica no 13º andar da Mansão Victory Tower, Corredor da Vitória, em Salvador. Eles saíram do imóvel perto das 8h30, com dois malotes com provas recolhidas no local. A defesa do petista também foi até o local, mas não se pronunciou.

Não ficou claro se Jaques Wagner estava ou não no apartamento no momento em que o mandado foi cumprido pelos agentes da Polícia Federal.

*Fonte: Último Segundo – Com informações da Agência Brasil

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta