Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré

O governador Pedro Taques (PSDB) reafirmou a aliança que possui com o presidente da Assembleia Legislativa (AL), deputado Eduardo Botelho (PSB), e disse que o parlamentar merece direito a ampla defesa após ser acusado de fazer parte de  uma suposta organização criminosa, que atuava junto ao  Departamento de Trânsito (Detran) para desvios de recursos.

Botelho foi um dos alvos da Operação Bereré, deflagrada na manhã desta segunda-feira (19), pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Delegacia Fazendária (Defaz). Ele teve o gabinete da presidência da AL vasculhada, assim como a sua casa localizada no bairro Bosque da Saúde.

“O Botelho é meu amigo, meu aliado e não tenho vergonha disso. Isso vai ser investigado e temos que dar ao Botelho o direito à ampla defesa e ao contraditório”, disse o governador, durante a inauguração do posto do Detran, hoje.

Além de Botelho, figuram como alvos o deputado Mauro Savi (PSB), ex-deputado federal Pedro Henry, além de servidores e das empresas FDL Serviços de Registro, Cadastro, Informatização e Certificação de Documentos Ltda, atualmente EIG Mercados.

A investigação tem como base a delação premiada do ex-presidente da autarquia, Teodoro Moreira Lopes, conhecido como Doia.Ainda segundo o governador, apesar das acusações, não é momento para julgamentos do parlametar, uma vez que ele ainda não tomou pleno conhecimento das acusações.

“Não vou julgar o Botelho por esta busca e apreensão. Se fosse desta forma nós não viveríamos numa democracia. Vou ligar para o Botelho e falar para ele, perguntar o que ocorreu”, encerrou.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta