APOSENTADORIA: Antonio Joaquim recorre ao STF contra Luiz Fux

QUER APOSENTAR

A defesa do conselheiro afastado do TCE-MT, Antonio Joaquim, ingressou com recurso contra a decisão do ministro Luiz Fux, do STF, que suspendeu, em dezembro do ano passado, seu processo administrativo de aposentadoria da Corte de Contas.

Com o agravo regimental, Joaquim tenta se aposentar do TCE para se filiar ao PTB e viabilizar sua candidatura ao governo do Estado nas eleições de outubro deste ano. Ele está afstado do cargo de conselheiro desde setembro de 2017 também por determinação de Fux, já que foi delatado pelo ex-governador Silval Barbosa, sob acusação de ter recebido milhões em propina paga pelo ex-gestor.

Antes mesmo de ser afastado do cargo e alvo da PF na Operação Malebouge (12ª fase da Operação Ararath), Antonio Joaquim já tinha anunciado que ia se aposentar e disputar as eleições. No entanto, com seu afastamento, o processo de aposentadoria foi interrompido.

Porpem, ele ainda nutre a expectativa de compor os quadros do PTB e disputar o governo do Estado pelo grupo de oposição a Pedro Taques. Por isso, ingressou com recurso nesta quinta-feira (1º) contra a decisão de Fux.

Fonte: GD

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta