Cadastramento biométrico na Assembleia já começou

Atendimento será de segunda a sexta, das 8h às 17h, no teatro Zulmira Canavarros

O início do cadastramento biométrico de eleitores na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) teve início na segunda-feira (29), a partir das 8h. A reprogramação foi necessária devido a problemas técnicos.

Por meio de uma parceria entre a Assembleia e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a sede do Poder Legislativo em Cuiabá passará a realizar o cadastramento biométrico obrigatório a todos os eleitores da capital mato-grossense.

O objetivo é ampliar a rede de atendimento ao cidadão e reduzir as filas e o tempo de espera nos postos em operação. A expectativa é que cerca de 30 mil eleitores sejam cadastrados no posto instalado na Assembleia Legisaltiva até o dia 30 de março.

Além do cadastramento biométrico, o posto instalado na ALMT está apto para realizar a troca de domicílio eleitoral, correção de nome no título e emissão da primeira via do documento para eleitores com idade acima de 16 anos.

O termo de cooperação técnica assinado entre as entidades estabelece que a Assembleia disponibilize o espaço, estrutura física (rede de energia e de internet, câmeras de segurança, ambiente climatizado) e uma equipe de servidores que foi treinada para execução dos trabalhos. Ao TRE ficou determinada a disponibilização de mobiliário, equipamentos e um responsável pelo serviço.

O cadastramento na sede da ALMT é realizado no saguão do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, das 8h às 17h. As senhas são distribuídas a partir das 8h até que se esgotem. Estão previstos 100 atendimentos por dia.

Documentos necessários para a biometria

  • Documento oficial de identidade (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Carteira Profissional, dentre outros definidos em lei).

  • Comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo juiz eleitoral). Os comprovantes devem estar em nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro (a) ou de parente seu em linha reta consanguínea até o 2º grau (pais, filhos, avós, netos), ou por afinidade, limitando-se, neste último caso, aos ascendentes do cônjuge ou companheiro (sogro e sogra).

  • Comprovante de quitação com o serviço militar (apenas para homens com mais de 18 anos que irão requerer a primeira via do título).

Atenção: A CNH e o passaporte não são aceitos como documento de identificação para a emissão do primeiro título de eleitor.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta