Com dentes fora da boca, tubarão “alienígena” que brilha no escuro é capturado

Descoberta no Japão em 1986, a misteriosa espécie Trigonognathus kabeyai é extremamente rara, e por isso, pouco já foi descoberto sobre ela

Com uma mandíbula que se projeta para fora da boca, pele que brilha no escuro e dentes de víbora, o
Reprodução/Daily Mail

Com uma mandíbula que se projeta para fora da boca, pele que brilha no escuro e dentes de víbora, o “alienígena” é raro

Um tubarão muito peculiar, por muitos chamado de “alienígena”, foi capturado por cientistas no Oceano Pacífico, próximo à costa de Taiwan, na Ásia. De acordo com o Daily Mail , trata-se do viper dogfish – tubarão víbora, em tradução livre –, um animal que brilha no escuro e tem a capacidade de projetar todo o seu maxilar para fora da boca.

Durante uma expedição rotineira, os pesquisadores do Taiwan’s Fisheries Research Institute capturaram cinco tubarões da espécie. Apelidado de alienígena pela similaridade com um monstro do filme “Alien”, o viper dogfish foi descoberto em 1986 e encontrado pouquíssimas vezes depois disso.

“Sua característica mais marcante são os dentes em formato de agulha, como presas de cobras, o que originou o seu nome de víbora”, pesquisadores do Instituto explicaram. Como são extremamente difíceis de serem encontrados, pouco se sabe sobre sua espécie, de nome científico Trigonognathus kabeyai , vista pela primeira vez no Japão.

Os pesquisadores acreditam que eles costumam nadar entre 300 e 400 metros de profundidade durante o dia e a 150 metros na madrugada. Sua dieta é baseada em crustáceos e peixes ósseos, como o peixe-lanterna, que provavelmente são atraídos pela pele brilhante do tubarão.

Dos cinco tubarões capturados, quatro já estavam mortos. O único sobrevivente foi colocado em um reservatório de água salgada, mas faleceu um dia depois.

Peixe com mais de 300 dentes

Se este tubarão “extraterrestre” está fazendo sucesso agora, outro peixe ganhou os holofotes em agosto do ano passado. Isso porque pesquisadores encontraram um tubarão “pré-histórico” muito peculiar : de acordo com nota do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que o capturou por acidente, trata-se de um animal da espécie  Chlamydoselachus anguineus , uma das mais antigas do planeta.

O tubarão  foi fisgado a mais de 700 metros de profundidade na região do Algarve, em Portugal. Com cerca de um metro e meio de comprimento e mais de 300 dentes, foi a sua aparência ‘monstruosa’ que chamou a atenção de todos.

O peixe, considerado um verdadeiro “fóssil vivo”, possui uma anatomia muito diferente. Segundo o IPMA, seu corpo é esguio e longo, possuindo uma cabeça que lembra a aparência de uma cobra.

Ele é tão raro quanto o chamado “tubarão alienígena”, encontrado em Taiwan. “Nenhum de nós [pesquisadores] já tinha visto esta espécie , e muitos de nós estão há anos trabalhando a bordo, portanto, percebemos que era uma espécie que não era comum” a professora Margarida Castro, da Universidade do Algarve, contou ao canal  Sic Notícias.

Fonte: Último Segundo

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta