Eder Moraes quer exercer a advocacia

Com duas condenações já proferidas pela Justiça Federal, a primeira delas a mais de 69 anos de reclusão em regime fechado e a segunda somando mais 10 anos de pena, o ex-secretário de Estado Eder Moraes, que recorre em liberdade, foi um dos centenas de graduados em Direito a fazer o último exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Ex-chefe de várias secretarias na gestão Silval Barbosa, se aprovado, ele poderá, por exemplo, defender a si próprio nas diversas ações cíveis e penais a que responde.

A informação é da coluna Aparte do jornal A Gazeta.

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta